SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.29 issue1In vitro evaluation of the efficacy of commercial disinfectants used in pre and post-dipping against Staphylococcus spp. isolated from bovine mastitisExperimental pneumonic mannheimiosis in calves: nasal and nasopharingeal swabs for diagnostic author indexsubject indexarticles search
Home Pagealphabetic serial listing  

Pesquisa Veterinária Brasileira

Print version ISSN 0100-736X

Abstract

SILVA JUNIOR, Abelardo et al. Desenvolvimento e avaliação de um candidato à vacina de DNA recombinante expressando a proteína estrutural do circovírus suíno. Pesq. Vet. Bras. [online]. 2009, vol.29, n.1, pp. 76-82. ISSN 0100-736X.  http://dx.doi.org/10.1590/S0100-736X2009000100012.

O circovírus suíno 2 (PCV2) é geralmente associado à síndrome da circovirose suína, que é considerada uma importante doença de suínos e possui um sério impacto econômico na suinocultura mundial. Este trabalho descreve a construção de um plasmídeo recombinante que expressa a proteína estrutural do PCV2 e a avaliação das respostas imune humoral e celular por meio de vacinação em camundongos BALB/c. O candidato vacinal foi submetido a análises in vivo, determinando a capacidade de induzir resposta imune específica em camundongos. O DNA de um isolado brasileiro de PCV2 foi extraído e o gene que codifica para a proteína do capsídeo foi amplificado por PCR e inserido num plasmídeo de expressão. Grupos de camundongos BALB/c foram inoculados por via intramuscular e intradérmica a cada 15 dias, com 100µg e 50µg da construção vacinal, respectivamente. Outro grupo foi inoculado com 100µg do plasmídeo original, correspondente ao grupo controle. A soroconversão e a resposta celular dos grupos de camundongos BALB/c vacinados foram comparados como parâmetros de avaliação vacinal. A soroconversão foi avaliada por um teste de ELISA. Após 3 imunizações, as células esplênicas dos animais imunizados foram utilizadas nos ensaios de linfoproliferação. A soroconversão para o PCV2 foi detectada por ELISA nos animais inoculados com a construção vacinal quando comparados com o grupo controle. Nos ensaios de linfoproliferação foi observada uma grande proliferação celular nos animais inoculados comparados ao grupo controle. Portanto, o candidato vacinal demonstrou ser capaz de induzir tanto uma resposta humoral e celular nos camundongos inoculados.

Keywords : PCV2; vacina de DNA; circovirose suína.

        · abstract in English     · text in English     · pdf in English