SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.34 número6Dispositivo fotobiomodulador para prevenção e tratamento de hiperqueratose de teto em vacas leiteirasEstudo longitudinal da infecção por enteropatógenos em bezerros neonatos, com diarreia, sob diferentes estratégias de aleitamento índice de autoresíndice de assuntospesquisa de artigos
Home Pagelista alfabética de periódicos  

Serviços Personalizados

Journal

Artigo

Indicadores

Links relacionados

Compartilhar


Pesquisa Veterinária Brasileira

versão impressa ISSN 0100-736X

Resumo

VIGARIO, Ana F.  e  SABOIA-MORAIS, Simone M.T.. Efeitos do herbicida 2,4-D no epitélio das brânquias e no fígado do peixe Poecilia vivípara. Pesq. Vet. Bras. [online]. 2014, vol.34, n.6, pp.523-528. ISSN 0100-736X.  http://dx.doi.org/10.1590/S0100-736X2014000600005.

A toxicidade aguda do herbicida 2,4-D foi investigada através dos efeitos no peixe Poecilia vivípara (Bloch et Schneider, 1801). Grupos de peixes foram expostos ao herbicida nas concentrações de 10, 20 e 40µl por litro de água, durante 24 horas. As brânquias e o fígado foram estudados. A concentração letal média (CL50) do herbicida para a espécie em questão foi de 34,64µl/l. Foram realizadas colorações histoquímicas e coloração de Feulgen para identificar glicoconjugados e DNA, respectivamente, nos tecidos acima citados. Os métodos histoquímicos revelaram os tipos de glicoconjugados presentes nas células mucosas e nos grânulos. Os quatro tipos de células mucosas apresentaram glicoconjugados neutros, ácidos, ou ambos em um mesmo tipo celular. Observou-se a presença crescente de sialomucinas do grupo controle até o grupo exposto a maior concentração de 2,4-D, sugerindo aumento da viscosidade do muco e, consequentemente, formação de placas que impedem as trocas gasosas e a osmorregulação. A fusão lamelar observada no grupo exposto a 40µl de 2,4-D sugere ser um mecanismo de defesa. Os hepatócitos apresentaram processo de vacuolização nos grupos 10 e 20µl/l. No grupo de 40µl/l, observou-se a presença de células de Ito, micronúcleos e hepatócitos normais e outros com edema nuclear. Este estudo indica a importância da avaliação de riscos semelhantes a espécies aquáticas e sugere a espécie Poecilia vivipara como modelo biológico adequado para análises de contaminação ambiental.

Palavras-chave : Herbicida 2,4-D; peixe; Poecilia vivípara; histopatologia; glicoconjugados; xenobióticos; potencial genotóxico.

        · resumo em Inglês     · texto em Inglês     · Inglês ( pdf )

 

Creative Commons License Todo o conteúdo deste periódico, exceto onde está identificado, está licenciado sob uma Licença Creative Commons