SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.37 issue7Type C waterborne botulism outbreaks in buffaloes (Bubalus bubalis) in the Amazon regionDiagnostic utility of an immunochromatography test for the detection of Leptospira IgM antibodies in domestic dogs author indexsubject indexarticles search
Home Pagealphabetic serial listing  

Services on Demand

Journal

Article

Indicators

Related links

Share


Pesquisa Veterinária Brasileira

Print version ISSN 0100-736XOn-line version ISSN 1678-5150

Abstract

NERY, Gabriela et al. Avaliação da infectividade parasitária a Lutzomyia longipalpis por xenodiagnóstico em cães tratados para leishmaniose visceral naturalmente adquirida. Pesq. Vet. Bras. [online]. 2017, vol.37, n.7, pp.701-707. ISSN 0100-736X.  https://doi.org/10.1590/s0100-736x2017000700009.

O efeito de um protocolo quimioterápico multidrogas contra a leishmaniose visceral (LV) canina, sobre a capacidade de transmissão de Leishmania infantum ao vetor, foi analisado por meio de xenodiagnóstico. Trinta e cinco cães naturalmente infectados foram avaliados antes e durante o tratamento com a combinação de metronidazol, cetoconazol e alopurinol a cada três meses por até um ano. Em cada avaliação, os cães foram individualmente submetidos ao xenodiagnóstico e quantificação da carga parasitária por PCR quantitativa. O tratamento foi eficaz em bloquear a transmissibilidade parasitária do cão para o flebotomíneo (p= 0,011) nos cães avaliados. Houve significante correlação entre recuperação clínica e infectividade: cães com melhora clínica mais evidente apresentaram menores chances de transferir L. infantum ao Lutzomyia longipalpis via xenodiagnóstico (r=0,528, p= 0,002). Esses resultados demonstram que o tratamento canino com o protocolo proposto pode representar uma alternativa ao sacrifício de cães no Brasil como medida de controle da doença, uma vez que as drogas utilizadas não são aplicadas ao tratamento da LV humana em áreas endêmicas.

Keywords : Transmissão parasitária; Lutzomyia longipalpis; xenodiagnose; caninos; visceral leishmaniose; Leishmania infantum; quimioterapia multidrogas; PCR quantitativa.

        · abstract in English     · text in Portuguese     · Portuguese ( pdf )