SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.38 issue8Proteolytic and lipolytic potential of Pseudomonas spp. from goat and bovine raw milkIn vitro and in vivo efficacy of tea tree essential oil for bacterial and yeast ear infections in dogs author indexsubject indexarticles search
Home Pagealphabetic serial listing  

Services on Demand

Journal

Article

Indicators

Related links

Share


Pesquisa Veterinária Brasileira

Print version ISSN 0100-736XOn-line version ISSN 1678-5150

Abstract

BOABAID, Fabiana M. et al. Achados clínico-patológicos e métodos de controle da intoxicação por Pteridium (aquilinum) arachnoideum em uma propriedade do Rio Grande do Sul. Pesq. Vet. Bras. [online]. 2018, vol.38, n.8, pp.1584-1596. ISSN 0100-736X.  http://dx.doi.org/10.1590/1678-5150-pvb-5709.

A infestação de pastagens por Pteridium arachnoideum é um problema que afeta a pecuária em diversas partes do mundo, ocasionando perdas produtivas e mortalidades nos rebanhos, bem como a redução das áreas de pastagens. Devido aos prejuízos na bovinocultura, foi proposto o acompanhamento de uma propriedade no Rio Grande do Sul com perdas por Pteridium arachnoideum. Realizou-se um levantamento das mortes associadas à intoxicação por samambaia na propriedade durante o período de janeiro de 2007 a janeiro de 2015. Adicionalmente, testou-se a viabilidade de ovinos como ferramenta de controle biológico de samambaia e se acompanhou as tentativas de controle da planta através do uso dos herbicidas metilsulfuron-metil e picloram, os quais eram associados ou não à roçada prévia. Das mortes por intoxicação natural acompanhadas na propriedade, observou-se 22 casos de quadro agudo de diátese hemorrágica e seis de quadro crônico de carcinomas do trato digestório superior. Em cinco bovinos jovens com diátese hemorrágica, além de hemorragias disseminadas e infartos, observou-se acentuado edema laríngeo, que cursava, clinicamente, com dispneia e estertores respiratórios característicos. Os carcinomas do trato digestório superior, apesar de menos frequentes, causaram perdas expressivas, devido à mortalidade anual de reprodutoras. Notou-se que a introdução de bovinos jovens em áreas recentemente roçadas pode resultar no consumo de grandes quantidades de samambaia e na ocorrência de surtos da enfermidade aguda. O controle das populações de samambaia pelo pastejo por ovinos não foi eficiente, devido ao baixo consumo observado com a lotação de quatro ovinos por hectare, embora mortalidade de ovinos por consumo da planta não tenha sido registrada. Após a retirada do potreiro infestado por samambaia, ao final do experimento, oito dos ovinos foram acompanhados, clinicamente, por três anos e não apresentaram nenhuma alteração. A utilização dos herbicidas resultou em uma redução da cobertura de P. arachnoideum. No entanto, essa prática necessita de estudos adicionais, já que algumas áreas não tiveram recuperação satisfatória da pastagem e o seu uso pode causar impactos ambientais e aquisição de resistência de P. arachnoideum aos herbicidas.

Keywords : Plantas tóxicas; Pteridium (aquilinum) arachnoideum; samambaia; intoxicação por plantas; controle; bovinos; toxicoses..

        · abstract in English     · text in Portuguese     · Portuguese ( pdf )