SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.6 número1Effects of hexazinone and diuron and mixtures on crabgrass (Digitaria sanguinalis (L. ) Scop) control on sugarcane (Saccharum spp)Morphological study of the dispersal units and their plants of six weeds of family Cyperaceae índice de autoresíndice de materiabúsqueda de artículos
Home Pagelista alfabética de revistas  

Planta Daninha

versión impresa ISSN 0100-8358

Resumen

BIANCO, S.; PITELLI, R. A.  y  PERECIN, D.. Nota científica: métodos para estimativa da area foliar de plantas daninhas: 2: Wissadula subpeltata (Kuntze) Fries. Planta daninha [online]. 1983, vol.6, n.1, pp. 21-24. ISSN 0100-8358.  http://dx.doi.org/10.1590/S0100-83581983000100004.

Com o objetivo de obter uma equação que, através de parâmetros lineares dimensionais das folhas, permitisse estimar a área foliar de Wissadula subpeltata (Kuntze) Fries, estudaram- se correlações entre a área foliar real e o comprimento da folha ao longo da nervura principal (C ), largura máxi ma da folha (L) , comprimento do espaço entre o ponto de inserção do pecíolo na folha até a primeira ramificação da nervura principal (CE), L + C, L x C e L x CE. Todas as equações, geométricas ou lineares simples, permitiram boas estimativas da área foliar . Do pont o de vista prático, sugere- se optar pela equação linear simples envolvendo o produto C x L, considerando o coeficiente linear igual a zero. Deste modo, a estimativa da área foliar de W. subpeltata pode ser feita pel a fórmula Y = 0, 85 49 (C x L), ou seja 85 ,49% do produto entre o comprimento da nervura principal e a largura máxima da folha.

Palabras llave : Wissadula subpeltata; estimativa da área foliar.

        · resumen en Inglés     · texto en Portugués     · pdf en Portugués