SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.21 issue2Biology and management of Cardiospermum halicacabumFloristic composition of weeds in agrosystems of cupuaçu (Theobroma grandiflorum) and peach palm (Bactris gasipaes) author indexsubject indexarticles search
Home Pagealphabetic serial listing  

Planta Daninha

Print version ISSN 0100-8358

Abstract

MACEDO, J.F.; BRANDAO, M.  and  LARA, J.F.R.. Plantas daninhas na pós-colheita de milho nas várzeas do rio São Francisco, em Minas Gerais. Planta daninha [online]. 2003, vol.21, n.2, pp. 239-248. ISSN 0100-8358.  http://dx.doi.org/10.1590/S0100-83582003000200009.

Realizou-se um estudo na região do Alto São Francisco, Minas Gerais, no final da safra agrícola 1997/1998, visando identificar as plantas daninhas que permanecem nas áreas após a colheita do milho e sua distribuição ao longo da área estudada, destacando-se as mais importantes. As observações foram realizadas em 12 municípios. Em cada local foi lançado, por cem vezes, um quadrado de 0,50 x 0,50 m, a espaços de 10 m. Dentro do quadrado foram contadas as espécies e registrado o número de indivíduos de cada uma delas. Foram encontradas 151 espécies em 35 famílias, sendo Asteraceae a mais bem representada, com 25 espécies. As espécies com maior Índice de Valor de Importância (IVI) foram: Ageratum conyzoides, Sida glaziovii, Conyza bonariensis, Gaya sp., Sida rhombifolia e Blainvillea biaristata. As plantas daninhas remanescentes nas áreas recém-colhidas são fonte de alimento para insetos polinizadores e inimigos naturais das pragas; adequadamente manejadas, elas podem favorecer a manutenção do equilíbrio nos agroecossistemas.

Keywords : agricultura sustentável; manejo integrado; plantio direto.

        · abstract in English     · text in Portuguese     · pdf in Portuguese