SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.25 issue3Effects of weed control through cowpea intercropping on mayze morphology and yieldWater use in italian ryegrass (Lolium multiflorum) biotypes under competition author indexsubject indexarticles search
Home Pagealphabetic serial listing  

Planta Daninha

Print version ISSN 0100-8358

Abstract

SALGADO, T.P.; SALLES, M.S.; MARTINS, J.V.F.  and  ALVES, P.L.C.A.. Interferência das plantas daninhas no feijoeiro carioca. Planta daninha [online]. 2007, vol.25, n.3, pp. 443-448. ISSN 0100-8358.  http://dx.doi.org/10.1590/S0100-83582007000300002.

Este trabalho foi realizado com o objetivo de determinar os períodos de interferência das plantas daninhas na cultura do feijoeiro (Phaseolus vulgaris) plantado em janeiro. A semeadura do cv. Carioca foi feita no sistema convencional e os tratamentos constaram de dois grupos: no primeiro, a cultura do feijão permaneceu livre da interferência das plantas daninhas desde a emergência até 10, 20, 30, 40, 50, 60 e 70 dias (todo o ciclo da cultura); no segundo, a cultura permaneceu sob interferência desde a semeadura até os mesmos períodos descritos anteriormente, totalizando assim 14 tratamentos. O delineamento experimental utilizado foi o de blocos casualizados com quatro repetições. A comunidade infestante foi composta por 13 espécies, com Alternanthera tenella, Blaenvillea rhomboidea e Cenchrus echinatus se destacandodas demais, representando 63,4% do total de indivíduos. O período anterior à interferência (PAI) ocorreu até os 17 dias após emergência da cultura, e o período total de prevenção à interferência (PTPI) ocorreu até 25 dias após a emergência da cultura. A interferência das plantas daninhas durante todo o ciclo de vida do feijoeiro reduziu-lhe a produtividade em 67%.

Keywords : Phaseolus vulgaris; competição; comunidade infestante.

        · abstract in English     · text in Portuguese     · pdf in Portuguese