SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.28 special issueEvaluation of flat fan nozzles in spray deposition on different combinations of bean blants, Brachiaria plantaginea and Bidens pilosa author indexsubject indexarticles search
Home Pagealphabetic serial listing  

Planta Daninha

Print version ISSN 0100-8358

Abstract

ROSO, A.C.  and  VIDAL, R.A.. Teoria das proteínas carregadoras fosfato modificadas proposta como mecanismo de resistência ao herbicida glyphosate em plantas daninhas. Planta daninha [online]. 2010, vol.28, n.spe, pp. 1175-1185. ISSN 0100-8358.  http://dx.doi.org/10.1590/S0100-83582010000500025.

Glyphosate é uma glicina fosfonada e inibe a enzima 5-enolpiruvil-shikimato-3-fosfato sintase (EPSPS) (EC 2.5.1.19). EPSPS é a sexta enzima da rota do shikimato, na qual são sintetizados os compostos do metabolismo secundário e os aminoácidos aromáticos fenilalanina, tirosina e triptofano. Alguns autores hipotetizaram que seria improvável a evolução de plantas daninhas resistentes a este herbicida. As justificativas estariam relacionadas à limitada metabolização de glyphosate nas plantas, ao baixo nível de resistência obtido com a superexpressão do gene EPSPS e à alta penalidade de adaptação oriunda de mutações no gene EPSPS. Mas, atualmente estão descritas 18 espécies com biótipos resistentes distribuídas em 17 países. A sobrevivência e adaptação estão relacionadas aos mecanismos de resistência que ocorrem nas plantas daninhas selecionadas em função da intensa pressão de seleção do herbicida. Esta revisão objetiva apresentar e discutir evidências fisiológicas, bioquímicas e genéticas que fundamentam os principais mecanismos envolvidos na resistência ao herbicida glyphosate em plantas daninhas.

Keywords : herbicida; proteínas carregadoras de membrana; planta daninha.

        · abstract in English     · text in English     · pdf in English