SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.29 issue3Effect of corn and Panicum maximum intercropping on weed and soybean crop in rotationPhyto-sociological evaluation of the weed community in areas in transition to organic coffee author indexsubject indexarticles search
Home Pagealphabetic serial listing  

Planta Daninha

Print version ISSN 0100-8358

Abstract

PAULA, J.M et al. Competição de trigo com azevém em função de épocas de aplicação e doses de nitrogênio. Planta daninha [online]. 2011, vol.29, n.3, pp. 557-563. ISSN 0100-8358.  http://dx.doi.org/10.1590/S0100-83582011000300009.

O potencial de produtividade da cultura do trigo é limitado pela competição exercida pelas plantas daninhas, especialmente pelos recursos luz, água e nutrientes. Em sistemas de produção, a disponibilidade de nitrogênio (N) quase sempre é limitante, influenciando o crescimento da planta mais do que qualquer outro nutriente. O objetivo deste trabalho foi avaliar variáveis morfológicas e componentes da produtividade da cultura do trigo em competição com azevém, em função de épocas de aplicação e doses de N. Os tratamentos foram dispostos em esquema fatorial (2 x 3 x 5), em que o primeiro fator constou de condição de competição (ausência e presença de azevém), o segundo testou épocas de aplicação de N (100% aplicado no início do afilhamento; 50% no início do afilhamento e 50% no início da diferenciação da espiga (IDE); e 100% no IDE) e o terceiro avaliou doses de N (0, 40, 80, 120 e 160 kg ha-1), na forma de ureia aplicada a lanço. As variáveis analisadas foram: área foliar (AF), massa seca da parte aérea (MSPA), número de afilhos (NA), número de colmos (NC), teor de N da cultura (TN), número de grãos por espigueta (NGES), número de grãos por espiga (NGE), número de espiguetas por espiga (NESE), produtividade biológica (PB), massa média de mil grãos (MMG) e produtividade de grãos (P). O azevém compete com o trigo pelo recurso N, reduzindo a AF, MSPA, NA, NC, TN, NGES, NGE, NESE, PB, MMG e P da cultura. A aplicação do N no início do afilhamento ou fracionada, nas duas doses mais elevadas, aumenta a AF e MSPA. O aumento da dose de N incrementa o TN na cultura do trigo, independentemente da presença ou ausência do competidor. A aplicação de N no IDE ou o incremento da dose de N aumenta o NGES e NGE.

Keywords : Triticum aestivum; Lolium multiflorum; plantas daninhas; interferência.

        · abstract in English     · text in Portuguese     · pdf in Portuguese