SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.29 issue3Effects on the electron transport rate of weeds after amicarbazone applicationEffect of the residual activity of herbicides applied in post-emergence soybean on pearl millet grown in succession author indexsubject indexarticles search
Home Pagealphabetic serial listing  

Services on Demand

Journal

Article

Indicators

Related links

Share


Planta Daninha

Print version ISSN 0100-8358

Abstract

TREZZI, M.M et al. Técnica do extravasamento eletrolítico para diagnosticar a resistência de biótipos de Euphorbia heterophylla a herbicidas inibidores da protox. Planta daninha [online]. 2011, vol.29, n.3, pp.655-662. ISSN 0100-8358.  http://dx.doi.org/10.1590/S0100-83582011000300020.

A ação de herbicidas que afetam a integridade das membranas celulares e causam extravasamento, como os inibidores da Protox, pode ser detectada através da medição da condutividade elétrica (CE) de uma solução em que tecidos da planta-alvo são incubados na presença de herbicida. Os objetivos deste trabalho foram confirmar a resistência a inibidores da Protox em um novo biótipo de Euphorbia heterophylla (EPHHL) do Brasil, e comparar o extravasamento eletrolítico em biótipos R e S a inibidores da Protox, utilizando dois métodos diferentes de incubação em solução contendo herbicidas. Um experimento foi conduzido em casa de vegetação, e três em laboratório, em delineamento inteiramente casualizado. No experimento em casa de vegetação, quatro biótipos de EPHHL foram pulverizados com sete níveis de fomesafen, para confirmar a resistência em biótipos suspeitos. No segundo e terceiro experimentos, discos foliares de biótipos de EPHHL R e S e, no quarto experimento, a folha inteira, foram incubados em solução contendo inibidores da Protox, para depois determinar a CE da solução. O estudo confirmou a resistência aos inibidores da Protox em dois novos biótipos de EPHHL suspeitos. Em experimentos com incubação de discos foliares não houve diferenças significativas entre os biótipos R e S. Mas, na incubação de folhas inteiras de EPHHL com fomesafen, o biótipo S apresentou maior CE, em comparação ao biótipo R. Os resultados deste trabalho são uma evidência indireta de que a resistência aos inibidores da enzima Protox está relacionada à menor absorção de herbicidas pela parte aérea e também a algum mecanismo para fazer frente ao estresse oxidativo.

Keywords : absorção de herbicidas; condutividade elétrica; extravasamento celular; leiteira; mecanismo de resistência.

        · abstract in English     · text in English     · English ( pdf epdf )

 

Creative Commons License All the contents of this journal, except where otherwise noted, is licensed under a Creative Commons Attribution License