SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.30 issue1Efficacy of herbicides applied to Digitaria horizontalis plants under different water conditionsEffect of water stress on the efficiency of herbicides and on the biochemical characteristics of Ipomoea grandifolia author indexsubject indexarticles search
Home Pagealphabetic serial listing  

Planta Daninha

Print version ISSN 0100-8358

Abstract

SCHIAVETTO, A.R. et al. Tolerância de cana-de-açúcar a herbicidas avaliada pela diferença dos tratamentos. Planta daninha [online]. 2012, vol.30, n.1, pp. 173-184. ISSN 0100-8358.  http://dx.doi.org/10.1590/S0100-83582012000100020.

O objetivo deste trabalho foi avaliar a tolerância dos cultivares RB855453, RB845257, SP90-3414, SP90-1638, SP89-1115, SP81-3250, IAC91-2218 e IAC91-5155 de cana-de-açúcar em pós-emergência inicial quanto à aplicação dos herbicidas sulfentrazone + diuron + hexazinone, metsulfuron-methyl + sulfentrazone, diuron + hexazinone + clomazone, metribuzin + diuron + hexazinone, diuron + hexazinone + MSMA e ametryn + trifloxysulfuronsodium + diuron + hexazinone, utilizando-se da diferença com a testemunha pareada, considerando a minimização da área experimental. O experimento foi conduzido assumindo que as testemunhas pareadas ao respectivo tratamento facilitam a avaliação da tolerância dos cultivares aos tratamentos herbicidas. A instalação do experimento foi em blocos casualizados, utilizando-se o esquema fatorial 8 (cultivares) x 6 (herbicidas). As parcelas foram constituídas por seis linhas de cana-de-açúcar, sendo uma linha central destinada ao tratamento herbicida (TH) e outra à testemunha pareada (TP); as demais linhas foram usadas como bordaduras. Para verificar se as diferenças médias (TP-TH) não diferem de zero, utilizouse a estatística t= (TP-TH)/((QMRes/n)1/2 ou, de forma equivalente, a diferença mínima significativa com zero, dms0(TP-TH)=|t/( (QMRes/n)1/2)|, em que QMRes é o quadrado médio da análise de variância (com 47 graus de liberdade e p<0,05, t=2) e n representa o número de repetições da respectiva média: 2 para comparações de herbicidas em um cultivar e 2 x 6 = 12 para comparações da média geral de cultivares. Pela metodologia proposta, os cultivares foram tolerantes às associações de herbicidas sem prejuízo final da produtividade e da qualidade da matéria-prima, embora ocorram diferenças iniciais entre cultivares quanto a sintomas de intoxicação, teor de clorofila e altura das plantas.

Keywords : seletividade; Saccharum spp; estatística; associação de herbicidas.

        · abstract in English     · text in Portuguese     · pdf in Portuguese