SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.21 issue3Ontogenia inicial do androceu de espécies de Ochnaceae subfam. Sauvagesioideae através da análise em microscopia eletrônica de varreduraBiologia reprodutiva de Butia capitata (Martius) Beccari var. odorata (Palmae) na restinga do município de Laguna, SC author indexsubject indexarticles search
Home Pagealphabetic serial listing  

Services on Demand

Journal

Article

Indicators

Related links

Share


Brazilian Journal of Botany

Print version ISSN 0100-8404On-line version ISSN 1806-9959

Abstract

CARVALHO, MARIA ANGELA MACHADO DE; PINTO, MARCOS MECCA  and  FIGUEIREDO-RIBEIRO, RITA DE CÁSSIA LEONE. Inulin production by Vernonia herbacea as influenced by mineral fertilization and time of harvest. Revta. brasil. Bot. [online]. 1998, vol.21, n.3, pp.-. ISSN 1806-9959.  https://doi.org/10.1590/S0100-84041998000300006.

Rusby, denominados rizóforos, acumulam frutanos do tipo inulina como principal carboidrato de reserva, que podem atingir até 80% da massa seca em condições naturais do cerrado. Em vista do uso crescente da inulina na indústria de produtos dietéticos e alimentícios em geral e de sua aplicação médica, o presente trabalho teve por objetivo avaliar a produção desse carboidrato em condições de campo sob o efeito da adubação mineral e tempo de cultivo. As plantas utilizadas no experimento foram obtidas por multiplicação vegetativa a partir de rizóforos coletados de plantas crescendo em condições naturais e, em seguida cultivadas em área de cerrado natural por dois anos. A adubação básica consistiu de N:P2O5:K2O (80:200:150 kg.ha-1) com uma adubação nitrogenada de cobertura (N=80 kg.ha-1). Os resultados mostraram que a adubação não estimulou o aumento da biomassa e nem a produção de inulina. O tempo de cultivo, entretanto, afetou positivamente a produtividade de V. herbacea, havendo um ganho expressivo em biomassa e em frutano total (inulina), no segundo ano de cultivo. A produção de inulina variou de 113 a 674 kg.ha-1, correspondendo a 43% da matéria seca do rizóforo. A composição básica dos frutanos não foi alterada, embora as plantas adubadas tenham apresentado maior proporção de sacarose e frutanos com grau de polimerização de 3 a 8 no segundo ano de cultivo. Os resultados obtidos até o momento indicam ser esta espécie uma fonte de inulina comparável a outras culturas comerciais, sendo recomendado, portanto, a realização de estudos agronômicos, visando ao aumento da produção desse polissacarídeo.

Keywords : Asteraceae; fructans; cerrado; mineral fertilization.

        · abstract in English     · text in English

 

Creative Commons License All the contents of this journal, except where otherwise noted, is licensed under a Creative Commons Attribution License