SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.29 issue1Occurrence of the rare genus Microcrocis P. Richter (Chroococcales, Cyanobacteria) in a coastal lagoon from southern Brazil author indexsubject indexarticles search
Home Pagealphabetic serial listing  

Services on Demand

Journal

Article

Indicators

Related links

Share


Brazilian Journal of Botany

Print version ISSN 0100-8404On-line version ISSN 1806-9959

Abstract

FERREIRA, Luciana B.; BARUFI, José B.  and  PLASTINO, Estela M.. Crescimento de linhagens de coloração verde e vermelha da agarófita tropical Gracilaria cornea J. Agardh (Gracilariales, Rhodophyta) em laboratório. Rev. bras. Bot. [online]. 2006, vol.29, n.1, pp.187-192. ISSN 0100-8404.  http://dx.doi.org/10.1590/S0100-84042006000100017.

Gracilaria cornea J. Agardh é uma importante agarófita que ocorre no Oeste do Oceano Atlântico. Indivíduos de coloração verde de G. cornea foram encontrados em uma população natural, próximos a indivíduos de coloração vermelha, mais comuns. Devido à importância de linhagens cromáticas em estudos de genética e variabilidade intraespecífica, o objetivo deste trabalho foi caracterizar as linhagens verde e vermelha avaliando diferentes condições de nutrintes e luz. Gametófitos verdes e vermelhos foram cultivados em fotoperíodo de 14 horas (14L:10E), com períodos alternados de aeração de 30 minutos. Duas soluções de água do mar enriquecida foram testadas: von Stosch (VSS) nas concentrações reduzidas a 12,5% e 25%; e Provasoli (PES) nas concentrações reduzidas de 25% e 50%, e 100%. A irradiância foi de 45 mmol fótons m-2 s-1. Num outro experimento, utilizando-se PES 100%, dois tipos de fontes luminosas (lâmpadas fluorescentes Osram 40 W luz do dia e Sylvania Designer 3.500) foram testadas em duas irradiâncias: 90 e 180 mmol fótons m-2 s-1. As taxas de crescimento (TC) foram avaliadas durante cinco semanas. Todas as condições testadas não promoveram a diferenciação de estruturas reprodutivas e poucas ramificações foram formadas nos gametófitos vermelhos e verdes. As linhagens selvagem e verde apresentaram TC semelhantes, que foram maiores em VSS 12,5% (8,4% dia-1) do que em VSS 25% (7,1% dia-1), sugerindo uma adaptação da espécie a baixas concentrações de nutrientes. As taxas de crescimento foram maiores em 180 (9,0% dia-1) do que em 90 mmol fótons m-2 s-1 (6,3% dia-1). Sugere-se que G. cornea seja cultivada em altas irradiâncias e baixas concentrações de nutrientes. Esses resultados devem ser considerados em futuros estudos genéticos e fisiológicos da espécie.

Keywords : agarófita; crescimento; Gracilaria cornea; linhagens cromáticas; luz.

        · abstract in English     · text in English     · English ( pdf )

 

Creative Commons License All the contents of this journal, except where otherwise noted, is licensed under a Creative Commons Attribution License