SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.30 issue1Woody community dynamics in two fragments of "cerrado" stricto sensu over a seven-year period (1995-2002), MA, BrazilMorphological responses in Guibourtia hymenifolia (Moric.) J. Leonard (Fabaceae) and Genipa americana L. (Rubiaceae) to nutrient deficit and flooding stress author indexsubject indexarticles search
Home Pagealphabetic serial listing  

Services on Demand

Journal

Article

Indicators

Related links

Share


Brazilian Journal of Botany

Print version ISSN 0100-8404On-line version ISSN 1806-9959

Abstract

CHOW, Fungyi; CAPOCIAMA, Fernanda V.; FARIA, Renata  and  OLIVEIRA, Mariana C. de. Caracterização da atividade in vitro da enzima nitrato redutase em Gracilaria caudata J. Agardh (Gracilariales, Rhodophyta). Rev. bras. Bot. [online]. 2007, vol.30, n.1, pp.123-129. ISSN 1806-9959.  https://doi.org/10.1590/S0100-84042007000100012.

A alga vermelha Gracilaria caudata J. Agardh tem sido utilizada no Brasil para a extração de ágar, principalmente no Nordeste do país. Na água do mar, a disponibilidade de nitrogênio é o principal fator abiótico que limita o crescimento de macroalgas. A enzima nitrato redutase (NR) é o ponto chave na regulação da assimilação do nitrogênio em organismos fotossintetizantes. Este estudo descreve o ensaio in vitro para caracterizar a atividade enzimática da NR em termos de constantes cinéticas e estabilidade, avalia sua oscilação ao longo do dia e a influência da glicose na modulação dessa enzima. Picos máximos de atividade da NR foram observados a 20 ºC e pH 8,0. A estabilidade enzimática do extrato bruto armazenado a 3 ± 1 ºC foi significativamente reduzida após 48 horas. As constantes aparentes de Michaelis-Menten (KM) para NADH e nitrato foram 22 µM e 3,95 mM, respectivamente. A atividade da NR apresentou oscilação sob fotoperíodo de 14 horas de luz e10 horas de escuro com três vezes mais atividade durante a fase de luz, apresentando seu máximo após 10 horas de luz. Sob condições ótimas de ensaio, a atividade máxima foi de 92,9 10-3 U g-1. A adição de glicose induziu a atividade da NR durante as fases de luz e de escuro, evidenciando uma via de modulação dessa enzima pela fotossíntese. Essa relação pode ser explicada pela necessidade de esqueletos de carbono, fornecidos pela fotossíntese, para incorporar os metabólitos intermediários da via de assimilação do nitrato, evitando assim a toxicidade intracelular pela acumulação de nitrito e amônio. A otimização dos protocolos de ensaio enzimático para NR é essencial para estabelecer condições apropriadas para estudos nutricionais, comparar diferentes grupos taxonômicos, e entender os mecanismos de sua regulação.

Keywords : agarófita; Gracilaria caudata; metabolismo do nitrogênio; nitrato redutase.

        · abstract in English     · text in English     · English ( pdf )

 

Creative Commons License All the contents of this journal, except where otherwise noted, is licensed under a Creative Commons Attribution License