SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.34 número4Aquaporins: from water channels to multifunctional transporters in plantsPatterns of geographic distribution of the species of Chamaecrista sect. Chamaecrista ser. Coriaceae (Benth.) H. S. Irwin & Barneby Leguminosae - Caesalpinioideae índice de autoresíndice de materiabúsqueda de artículos
Home Pagelista alfabética de revistas  

Brazilian Journal of Botany

versión impresa ISSN 0100-8404

Resumen

ALMEIDA, Cícero; AMARAL, Adriane leite do; BARBOSA NETO, José fernandes  y  SERENO, Maria Jane Cruz de Melo. Conservação e germinação in vitro de pólen de milho (Zea mays subsp. mays). Rev. bras. Bot. [online]. 2011, vol.34, n.4, pp. 493-497. ISSN 0100-8404.  http://dx.doi.org/10.1590/S0100-84042011000400003.

O armazenamento de pólen é uma importante ferramenta para programas de melhoramento de milho, permitindo preservar, sob condições artificiais, a viabilidade de gametas masculinos e ampliar as possibilidades de cruzamentos, independente da época do florescimento das variedades genitoras. O presente trabalho teve como objetivo avaliar meios de cultivo para a germinação in vitro de pólen de milho e analisar condições de conservação. Para avaliar viabilidade, foram testados seis meios de cultivo, contendo sacarose, ácido bórico, cloreto de cálcio hidratado e ágar. Para a conservação de pólen foram analisadas duas temperaturas (4 ºC e -20 ºC) e dois agentes desidratantes de pólen (sílica gel e cloreto de cálcio hidratado). Os altos valores de viabilidade do pólen no período de até 30 dias de armazenamento indicam que a desidratação em sílica gel e armazenamento a 4 ºC conservam a viabilidade de pólen de milho. O meio de cultivo que proporcionou a maior taxa de germinação in vitro foi com a composição de 0,7% de ágar, 17% de sacarose, 0,01% de ácido bórico e 0,03% de cloreto de cálcio hidratado.

Palabras llave : cruzamentos; estocagem de pólen; melhoramento genético.

        · resumen en Inglés     · texto en Portugués     · pdf en Portugués