SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.20 issue4Potential of twenty exotic germplasms to improve Brazilian maize architectureProduction of recombinant antigens in plants for animal and human immunization - a review author indexsubject indexarticles search
Home Pagealphabetic serial listing  

Brazilian Journal of Genetics

Print version ISSN 0100-8455

Abstract

BALLVE, Rosa M.L.; MEDINA-FILHO, Herculano Penna  and  BORDIGNON, Rita. Identification of reciprocal hybrids in citrus by the broadness of the leaf petiole wing. Braz. J. Genet. [online]. 1997, vol.20, n.4 ISSN 0100-8455.  http://dx.doi.org/10.1590/S0100-84551997000400023.

Investigou-se a largura da asa do pecíolo da folha (WB) como um marcador morfológico para identificar híbridos recíprocos de Citrus limonia e C. sunki, que possuem a asa do pecíolo bastante reduzida, com C. aurantium e C. sinensis, cujas asas dos pecíolos são bem desenvolvidas. Polinizações controladas produziram mais de 500 híbridos identificados pelos loci isoenzímicos Pgi-1 e Prxa-1. WB e a razão desta pelo comprimento da folha, pela largura da folha e pelo comprimento do pecíolo identificaram, em média, 86 a 91% dos híbridos recíprocos produzidos. A simples observação subjetiva da WB é, entretanto, um processo igualmente eficiente porém muito mais fácil e rápido. Este poderá ser bastante útil e econômico em programas de melhoramento nos casos em que se necessite a seleção de grande número de plantas ou quando não se dispõe de laboratórios de eletroforese de isoenzimas RFLP ou RAPD. Os híbridos produzidos e identificados têm sido avaliados quanto ao seu potencial como porta-enxertos de citros no Brasil.

        · abstract in English     · text in English