SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.39 issue2Abortion and struggle for human rights in ALERJ (Legislative Assembly of the State of Rio de Janeiro): religious and feminists in dispute“That all may have life, and life in abundance”: catholic missionary activity in defense of the rights of quilombola communities author indexsubject indexarticles search
Home Pagealphabetic serial listing  

Services on Demand

Journal

Article

Indicators

Related links

Share


Religião & Sociedade

Print version ISSN 0100-8587On-line version ISSN 1984-0438

Abstract

SANTOS, Renan William dos. Direitos da natureza e deveres religiosos: tensões entre a ecologia católica e movimentos ambientalistas seculares. Relig. soc. [online]. 2019, vol.39, n.2, pp.78-99.  Epub Oct 14, 2019. ISSN 0100-8587.  http://dx.doi.org/10.1590/0100-85872019v39n2cap03.

Para cavar um nicho na discussão pública sobre o meio ambiente, cujo surgimento e propagação foram alheios à interferência de qualquer religião, os líderes da Igreja Católica vêm formulando desde o papado de Paulo VI uma concepção ecológica própria, que tem como fundamento a conexão de aspectos físicos da crise ambiental com o diagnóstico de uma degradação moral. A natureza “agredida” não é só a que está “fora”, mas a que está “dentro” do ser humano. Partindo de sentidos e diagnósticos diferentes, essa ecologia católica acaba colidindo, em diversos aspectos, com postulados dos movimentos ambientalistas seculares. Este artigo procura mapear a formação dessa visão ecológica a partir do núcleo oficial católico, analisando sociologicamente os seus pontos de tensão com outras concepções ambientalistas.

Keywords : ecologia católica; movimentos ambientalistas; moralidade; direitos da natureza; ativismo público..

        · abstract in English     · text in Portuguese     · Portuguese ( pdf )