SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.18 issue3BEHAVIOR OF HIGH OLEIC SUNFLOWER OIL HEATED UNDER THERMOXIDATION AND FRYING CONDITIONSLENTIL TANNIN-GLOBULIN INTERACTIONAND AND IN VITRO HYDROLYSIS author indexsubject indexarticles search
Home Pagealphabetic serial listing  

Food Science and Technology (Campinas)

On-line version ISSN 1678-457X

Abstract

LEONEL, M.; JACKEY, S.  and  CEREDA, M.P.. PROCESSAMENTO INDUSTRIAL DE FÉCULA DE MANDIOCA E BATATA DOCE - UM ESTUDO DE CASO . Ciênc. Tecnol. Aliment. [online]. 1998, vol.18, n.3, pp. 343-345. ISSN 1678-457X.  http://dx.doi.org/10.1590/S0101-20611998000300016.

A indústria de amido vem crescendo e se aperfeiçoando nos últimos anos, levando à necessidade de produtos com características específicas que atendam as exigências do mercado, o que possibilita o processamento de matérias-primas amiláceas ainda pouco exploradas. O trabalho teve como objetivo analisar o processamento industrial de fécula de mandioca e batata doce. Através da análise da composição da raiz, fécula e bagaço, bem como do balanço de massa dos processos, objetivou-se estabelecer a eficiência de uma planta industrial de processamento de mandioca, para a obtenção de fécula de batata doce. Os resultados demonstraram que a fécula de batata doce obtida está dentro dos limites da legislação brasileira e que parte do amido não foi extraído no processamento, sendo gerado um bagaço com 79,94 % de amido e com composição semelhante ao gerado no processamento de mandioca que contém em média 80 % de amido. A comparação dos balanços de massa demonstrou uma menor eficiência da planta no processamento da batata doce (18,3% de rendimento), quando comparado com o de mandioca (25,5% de rendimento) com umidade de 13,75 % e 12,3 %, respectivamente, na fécula. A retenção de amido no bagaço indicou deficiência no processo industrial de extração independentemente da matéria-prima.

Keywords : processamento; fécula; rendimento; mandioca; batata doce.

        · abstract in English     · text in Portuguese