SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.29 número2Experimental application of a sanitary inspection model in the retail food marketPhysico-chemical characterization and bioactive amines in Syrah wines I: influence of growing season índice de autoresíndice de materiabúsqueda de artículos
Home Pagelista alfabética de revistas  

Servicios Personalizados

Revista

Articulo

Indicadores

Links relacionados

Compartir


Food Science and Technology

versión impresa ISSN 0101-2061versión On-line ISSN 1678-457X

Resumen

FREITAS, Manuela Figueiroa Lyra de et al. Detecção de genes toxigênicos em amostras de Staphylococcus spp. isoladas de queijos de coalho. Ciênc. Tecnol. Aliment. [online]. 2009, vol.29, n.2, pp.375-379. ISSN 0101-2061.  http://dx.doi.org/10.1590/S0101-20612009000200022.

Objetivou-se com este trabalho isolar quantificar e investigar em amostras de Staphylococcus spp. isoladas de queijos de coalho, a presença dos genes toxigênicos sea-see, seg-sej, tst, eta e etb através da Reação em Cadeia da Polimerase (PCR). Foram verificadas contagens de Staphylococcus  coagulase positiva (SCP) variando de 102 a 106 UFC.g-1. Os genes toxigênicos tst, sec, sed, seg, seh, sei e sej foram identificados em 18 dos 20 isolados de Staphylococcus spp. com os seguintes percentuais 5, 11, 9, 20, 16, 25 e 14% respectivamente. A presença de elevado percentual de isolados contendo diferentes genes toxigênicos é preocupante para a saúde do consumidor pela possibilidade de produzirem toxinas responsáveis por intoxicações alimentares. A ocorrência de vários genes toxigênicos em amostras de Staphylococcus coagulase negativa é outro fato importante, pois no Brasil não existe legislação com determinação de limites para Staphylococcus coagulase negativa em alimentos.

Palabras clave : queijo coalho; PCR; enterotoxina.

        · resumen en Inglés     · texto en Portugués     · Portugués ( pdf )

 

Creative Commons License Todo el contenido de esta revista, excepto dónde está identificado, está bajo una Licencia Creative Commons