SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.30 número3Avaliação do uso da casca do fruto e das folhas de Caesalpinia ferrea Martius como suplemento nutricional de Fe, Mn e ZnUtilização do Intron Splice Site primer EI-1 na discriminação de leveduras contaminantes do processo de fermentação alcoólica índice de autoresíndice de assuntospesquisa de artigos
Home Pagelista alfabética de periódicos  

Serviços Personalizados

Journal

Artigo

Indicadores

Links relacionados

Compartilhar


Food Science and Technology

versão impressa ISSN 0101-2061

Resumo

MITCHELL, Teresa Cristina et al. Efetividade do óleo essencial de orégano (Origanum vulgare L., Lamiaceae) como inibidor do crescimento de espécies de Aspergillus potencialmente toxigênicas. Ciênc. Tecnol. Aliment. [online]. 2010, vol.30, n.3, pp.755-760. ISSN 0101-2061.  http://dx.doi.org/10.1590/S0101-20612010000300029.

O óleo essencial de Origanum vulgare L. tem sido reconhecido como uma interessante fonte de compostos antimicrobianos para ser aplicado na conservação de alimentos. Neste estudo, avaliou-se o efeito do óleo essencial de O. vulgare sobre o crescimento de A. flavus, A. parasiticus, A. fumigatus, A. terreus e A. ochraceus. O óleo essencial apresentou um significante efeito inibitório sobre todos os fungos ensaiados. A CIM foi 0,6 µL.mL-1 para todos os fungos, enquanto a CFM variou entre 1,25-2,5 µL.mL-1. O crescimento micelial radial de A. flavus e A. parasiticus foi fortemente inibido ao longo de 14 dias pelo óleo essencial nas concentrações de 0,6; 1,25; e 2,5 µL.mL-1 em meio sólido. O óleo essencial a 0,6 e 0,3 µL.mL-1 inibiu o aumento da massa micelial de todos os fungos em valores superiores a 90% em meio líquido, enquanto a 1,25 µL.mL-1, a inibição foi de 100%. O óleo essencial em variadas concentrações (0,6-2,5 µL.mL-1) inibiu a viabilidade e germinação dos esporos fúngicos em um curto tempo de exposição. As principais alterações morfológicas provocadas pelo óleo essencial em A. parasiticus, observadas sob microscopia óptica, foram ausência de conidiação, perda de citoplasma, perda de pigmentação e ruptura de estrutura celular. Estes resultados demonstraram que o óleo essencial de O. vulgare exerce um significante efeito fungitóxico, suportando seu uso racional como agente antifúngico na conservação de alimentos.

Palavras-chave : Origanum vulgare L.; atividade antifúngica; Aspergillus; biocontrole.

        · resumo em Inglês     · texto em Inglês     · Inglês ( pdf )

 

Creative Commons License Todo o conteúdo deste periódico, exceto onde está identificado, está licenciado sob uma Licença Creative Commons