SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.32 issue1Sensory acceptability and physical stability evaluation of a prebiotic soy-based dessert developed with passion fruit juiceComputational fluid dynamics evaluation of liquid food thermal process in a brick shaped package author indexsubject indexarticles search
Home Pagealphabetic serial listing  

Food Science and Technology (Campinas)

Print version ISSN 0101-2061

Abstract

HARTWIG, Vanessa Graciela; BRUMOVSKY, Luis Alberto; FRETES, Raquel María  and  BOADO, Lucila Sánchez. A novel procedure to measure the antioxidant capacity of Yerba maté extracts. Ciênc. Tecnol. Aliment. [online]. 2012, vol.32, n.1, pp. 126-133.  Epub Feb 24, 2012. ISSN 0101-2061.  http://dx.doi.org/10.1590/S0101-20612012005000022.

Extratos de erva-mate têm a sua capacidade antioxidante in vitro atribuída à presença de compostos polifenólicos, principalmente ácidos clorogênicos e derivados do ácido dicafeoilquínico. Embora DPPH seja um dos ensaios mais utilizados para avaliar a capacidade antioxidante dos compostos puros e extratos de plantas, o fato de que há uma padronização pobre na sua aplicação torna as comparações entre os diferentes extratos muito difíceis. Visando conseguir uma técnica padronizada para medir a capacidade antioxidante de extratos de erva-mate, propomos o seguinte procedimento: 100 µL de uma diluição do extrato aquoso são misturados em duplicata, com 3,0 mL de uma solução de trabalho de DPPH em metanol absoluto (100 µM.L-1), com um tempo de incubação de 120 minutos no escuro a 37 ± 1 °C e, em seguida, a absorbância é lida a 517 nm contra o metanol absoluto. Os resultados devem ser expressos em equivalentes de ácido ascórbico ou de equivalentes de Trolox em percentagem de massa (g% de matéria seca), a fim de facilitar as comparações.

Keywords : DPPH; erva-mate; capacidade antioxidante; Ilex paraguariensis.

        · abstract in English     · text in English     · pdf in English