SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.32 issue2Effect of process variables on the osmotic dehydration of star-fruit slicesEffect of storage and processing of Brazilian flaxseed on lipid and lignan contents author indexsubject indexarticles search
Home Pagealphabetic serial listing  

Services on Demand

Article

Indicators

Related links

  • On index processCited by Google
  • Have no similar articlesSimilars in SciELO
  • On index processSimilars in Google

Share


Food Science and Technology (Campinas)

Print version ISSN 0101-2061

Abstract

ANSORENA, María Roberta et al. Avaliação da qualidade da alface durante o armazenamento em baixa umidade relativa usando o Índice Global da Estabilidade. Ciênc. Tecnol. Aliment. [online]. 2012, vol.32, n.2, pp. 366-373.  Epub Apr 17, 2012. ISSN 0101-2061.  http://dx.doi.org/10.1590/S0101-20612012005000043.

Durante a pós-colheita a alface é exposta a condições adversas (baixa umidade relativa) que reduzem a qualidade do vegetal. A fim de avaliar sua vida útil, um grande número de índices de qualidade tem que ser analisado, requerendo um cuidadoso delineamento experimental e um longo consumo de tempo. Neste trabalho, o método modificado do Índice Global da Estabilidade foi aplicado para estimar a qualidade da alface manteiga a uma baixa umidade relativa durante o armazenamento diferenciando três zonas (interna, média e externa). Os resultados indicaram que, para a zona externa, os índices mais relevantes foram o conteúdo da umidade relativa, conteúdo da água, ácido ascórbico e a contagem total de micro-organismos mesófilos. Para a zona média, foram conteúdo da umidade relativa, conteúdo da água, clorofila total, ácido ascórbico e, para a interna, conteúdo da umidade relativa, água ligada, conteúdo da água e a contagem total de micro-organismos mesófilos. Foi proposto um modelo matemático entre o Índice Global da Estabilidade e qualidade visual geral para cada zona da alface. Ademais, foi aplicada a distribuição de Weibull para estimar o tempo da vida útil do vegetal, o qual foi: 5, 4 e 3 dias para as zonas interna, média e externa, respectivamente. Quando foi estudado o efeito do tempo de armazenamento para cada zona da alface, todos os índices avaliados na zona externa mostraram diferenças significativas (p < 0,05). Para as zonas interna e média, todos os índices medidos, com exceção do conteúdo da água e do total de clorofila, mostraram diferenças significativas (p < 0,05).

Keywords : alface; índices de qualidade; vida útil; modelo matemático; distribuição de Weibull.

        · abstract in English     · text in English     · English ( pdf epdf )

 

Creative Commons License All the contents of this journal, except where otherwise noted, is licensed under a Creative Commons Attribution License