SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.32 número3Yield of albedo flour and pectin content in the rind of yellow passion fruitFailure Mode and Effect Analysis (FMEA) for confectionery manufacturing in developing countries: Turkish delight production as a case study índice de autoresíndice de materiabúsqueda de artículos
Home Pagelista alfabética de revistas  

Servicios Personalizados

Revista

Articulo

Indicadores

Links relacionados

Compartir


Food Science and Technology (Campinas)

versión impresa ISSN 0101-2061versión On-line ISSN 1678-457X

Resumen

OLIVEIRA, Rodrigo de Queiroz et al. Influência da fonte de carbono, pH e temperatura na atividade da enzima poligalacturonase de Kluyveromyces marxianus CCMB 322. Ciênc. Tecnol. Aliment. [online]. 2012, vol.32, n.3, pp.499-505.  Epub 07-Ago-2012. ISSN 0101-2061.  http://dx.doi.org/10.1590/S0101-20612012005000067.

Enzimas pectinolíticas de origem microbiana são conhecidas por desempenhar um papel importante comercialmente em uma série de processos industriais. Dois tipos de levedura podem ser distinguidos para a produção dessas enzimas. Um grupo inclui aqueles que têm capacidade de produzi-las na ausência de um indutor e outro grupo compreende as leveduras que as produzem na presença de um indutor. O objetivo deste estudo foi investigar a influência de substâncias pécticas, de glicose, do pH e da temperatura na atividade da poligalacturonase de Kluyveromyces marxianus CCMB 322. O cultivo foi em caldo de fermentação contendo diferentes concentrações de glicose e substâncias pécticas. A atividade da poligalacturonase foi determinada pelo método do DNS, e pH e temperatura otimizados pelo delineamento experimental central composto de experimentos. A poligalacturonase secretada por K. marxianus CCMB 322 foi parcialmente constitutiva, apresentando pH e temperatura ótima de 7,36 e 70 °C, respectivamente e reteve 93% de sua atividade original após 50 minutos a 50 °C. A termoestabilidade da enzima poligalacturonase foi estudada em várias temperaturas (50, 60, 70 e 80 °C) em diferentes tempos de incubação (0, 10, 20, 30, 40 e 50 minutos). Este estudo mostrou que a glicose tem influência na regulação da síntese da poligalacturonase.

Palabras clave : leveduras; enzimas; termoestabilidade; substâncias pécticas; biotecnologia.

        · resumen en Inglés     · texto en Inglés     · Inglés ( pdf epdf )

 

Creative Commons License Todo el contenido de esta revista, excepto dónde está identificado, está bajo una Licencia Creative Commons