SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.33 issue3Factors related to interdialytic weight gain in hemodialysis patientsThe value of Cockcroft-Gault equation for the screening of decreased renal function in patients with systemic arterial hypertension author indexsubject indexarticles search
Home Pagealphabetic serial listing  

Services on Demand

Journal

Article

Indicators

Related links

Share


Brazilian Journal of Nephrology

Print version ISSN 0101-2800

Abstract

MADUREIRA E SILVA, Marcus Vinicius; MOSCOSO SOLORZANO, Grace; NISHIDA, Sonia Kiyomi  and  KIRSZTAJN, Gianna Mastroianni. Os níveis séricos de cistatina C sofrem influência da dose de corticoide em pacientes com nefrite lúpica?. J. Bras. Nefrol. [online]. 2011, vol.33, n.3, pp.306-312. ISSN 0101-2800.  http://dx.doi.org/10.1590/S0101-28002011000300006.

INTRODUÇÃO: A cistatina C é considerada como um teste promissor para avaliar a taxa de filtração glomerular, pois apresenta características de um marcador endógeno ideal, sendo similar ou até superior à creatinina sérica, segundo alguns estudos. No entanto, é possível que alguns fatores (como corticoterapia) influenciem os níveis séricos da cistatina C, independente da taxa de filtração glomerular. Procurouse investigar se diferentes doses de glicocorticoides afetariam os níveis do marcador em pacientes com nefrite lúpica. MÉTODOS:Foramavaliados42pacientescom nefrite lúpica, submetidos a 109 coletas de sangue diferentes; a idade média deles era de 37,7 ± 13,1 anos, e 88% eram do sexo feminino; a taxa de filtração glomerular estimada média era de 61,9 ± 20,0 mL/min. Os pacientes foram divididos, de acordo com a dose de corticoide, em dois grupos: A - altas (pulsoterapia com metilprednisolona e prednisona > 0,5 mg/kg/dia, n = 14) versus B - baixas doses (prednisona ≤ 0,5 mg/kg/dia, n = 28). Os níveis de creatinina sérica foram usados como parâmetros de comparação em relação à função renal. A cistatina C foi determinadapor metodologia desenvolvida in-house, usando citometria de fluxo na plataforma Luminex. RESULTADOS: Considerando esses dois grupos, os níveis de cistatina C foram diferentes apenas nas amostras da segunda consulta (p = 0,106). Mas, quando considerados os níveis de creatinina sérica nos mesmos grupos, foi observada uma diferença marginalmente significante entre eles (p=0,070), sugerindo que a diferença nos níveis de cistatina C entre os grupos foi causada por suas respectivas taxas de filtração glomerular. Não houve diferença entre os que receberam, ou não, pulsoterapia. CONCLUSÕES: Embora alguns estudos tenham mostrado que os glicorticoides podem influenciar os níveis de cistatina C, não foi observada tal interferência nesta população de pacientes com nefrite lúpica submetidos à corticoterapia.

Keywords : Glicocorticoides; Cistatina C; Creatinina; Taxa de filtração glomerular; Nefrite lúpica.

        · abstract in English     · text in English     · English ( pdf )

 

Creative Commons License All the contents of this journal, except where otherwise noted, is licensed under a Creative Commons Attribution License