SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.33 issue3Clinical and laboratorial characteristics associated with biopsy proved hypertensive nephroangiosclerosisEffects of the overlapping between an experimental model of neuroendocrine obesity with arterial hypertension under blood pressure, body weight and metabolic and renal parameters in rats author indexsubject indexarticles search
Home Pagealphabetic serial listing  

Services on Demand

Journal

Article

Indicators

Related links

Share


Brazilian Journal of Nephrology

Print version ISSN 0101-2800

Abstract

CARPIO, Virna Nowotny et al. Correlações clinico-patológicas da marcação de C4d e sua influência na evolução de receptores de transplante renal. J. Bras. Nefrol. [online]. 2011, vol.33, n.3, pp.329-337. ISSN 0101-2800.  http://dx.doi.org/10.1590/S0101-28002011000300009.

INTRODUÇÃO: A fração do complemento C4d é um marcador de rejeição mediada por anticorpos (RMA) em aloenxertos renais, embora na rejeição celular também se observem depósitos de C4d. OBJETIVOS: Correlacionar a expressão de C4d com parâmetros clínicopatológicos e a evolução do enxerto renal em três anos. MÉTODOS: Foram incluídos 146 receptores de transplante renal com biópsias por indicação. A marcação de C4d foi feita por imuno-histoquímica em parafina. Foram medidas a função e a sobrevida do enxerto e determinadas as variáveis preditivas de sua evolução por meio de modelo de regressão de Cox. RESULTADOS: A marcação positiva para C4d foi detectada em 48 (31%) biópsias, das quais 23 (14,7%) tinham marcação difusa e 25 (16%), focal. A reatividade contra painel (%PRA) de classe I e II pré-transplante foi significativamente maior nos pacientes C4d+ quando comparada aos C4d-. Tanto glomerulite quanto pericapilarite foram associadas com C4d (p = 0,002 e p < 0,001, respectivamente). A presença de C4d em biópsias sem rejeição (SR), rejeição celular aguda (RCA) ou fibrose intersticial/atrofia tubular (FI/AT) não teve impacto na função ou na sobrevida do enxerto. Comparados a indivíduos com SR, RCA e FI/AT C4d-, pacientes com RMA C4d+ tiveram pior sobrevida do enxerto em 3 anos (p = 0,034), mas não houve diferença entre RMA versus SR, RCA e FI/AT C4d+ (p = 0,10). Na regressão de Cox, função do enxerto no momento da biópsia e %PRA alto foram preditores de perda do enxerto. CONCLUSÕES: A pesquisa de C4d em biópsias do enxerto renal é útil para identificar RMA, com correlações clínicopatológicas bem definidas. O impacto do C4d em outros diagnósticos histológicos necessita de investigação adicional.

Keywords : Transplante de rim; Complemento Cd4; Sobrevivência de enxerto; Rejeição de enxerto; Rejeição humoral.

        · abstract in English     · text in English     · English ( pdf )

 

Creative Commons License All the contents of this journal, except where otherwise noted, is licensed under a Creative Commons Attribution License