SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.34 issue1Similarity between blood pressure values assessed by auscultatory method with mercury sphygmomanometer and automated oscillometric digital deviceVitamin D deficiency and insufficiency in patients with chronic kidney disease author indexsubject indexarticles search
Home Pagealphabetic serial listing  

Jornal Brasileiro de Nefrologia

Print version ISSN 0101-2800

Abstract

DINIZ, Denise Para; MARQUES, Daniella Aparecida; BLAY, Sérgio Luis  and  SCHOR, Nestor. Eventos vitais estressores e lesão renal aguda em centros de terapia semi-intensiva e intensiva. J. Bras. Nefrol. [online]. 2012, vol.34, n.1, pp. 50-57. ISSN 0101-2800.  http://dx.doi.org/10.1590/S0101-28002012000100008.

INTRODUÇÃO: Diversos estudos evidenciam que as alterações fisiopatológicas, quando associadas ao estresse, podem influenciar a fisiologia renal e estão associadas ao aparecimento de doenças. Entretanto, não foi encontrado nenhum estudo que tivesse realizado investigação associando estresse e lesão renal aguda. OBJETIVO: Avaliar a associação entre os eventos vitais estressores e o diagnóstico de lesão renal aguda, especificando as classes de eventos mais estressores para esses pacientes, nos últimos 12 meses. MÉTODOS: Estudo caso-controle. Foi realizado no Hospital São Paulo da Universidade Federal de São Paulo e no Hospital dos Servidores do Estado de São Paulo. Foram incluídos pacientes com lesão renal aguda, sem doenças crônicas, assistidos em Centros de Terapia Intensiva ou semi-intensivas. Os Controles incluíram pacientes assistidos nos mesmos Centros de Terapia Intensiva, com outras doenças agudas, exceto lesão renal aguda e, também, sem doenças crônicas. Dos 579 pacientes inicialmente identificados, 475 responderam ao instrumento Social Readjustment Rating Scale (SRRS) e 398 pacientes foram pareados por idade e sexo (199 casos/199 controles). RESULTADOS: Constatou-se que a frequência dos eventos vitais estressores nos casos apresentava equivalência estatística aos controles. A regressão logística para examinar os efeitos combinados das variáveis independentes associados aos eventos estressantes evidenciou que: o aumento da idade e as classes econômicas AB intensificam a chance da presença do evento estressante em cerca de duas vezes; as classes socioeconômicas AB do Hospital São Paulo elevam a chance de evento estressante. CONCLUSÕES: O presente estudo não evidenciou que o grupo com lesão renal aguda estivesse associado à maior frequência de eventos estressores, mas idade e renda elevadas e, ainda, o tipo de centro clínico estão associados.

Keywords : Lesão renal aguda; Unidades de Terapia Intensiva; Estresse psicológico; Classe social.

        · abstract in English     · text in English | Portuguese     · pdf in English | Portuguese