SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.34 número1Peritonite por Salmonella em paciente em diálise peritoneal automáticaAplicação da biologia molecular na abordagem da síndrome de Bartter: relato de caso índice de autoresíndice de assuntospesquisa de artigos
Home Pagelista alfabética de periódicos  

Serviços Personalizados

Artigo

Indicadores

Links relacionados

  • Não possue artigos similaresSimilares em SciELO

Compartilhar


Jornal Brasileiro de Nefrologia

versão impressa ISSN 0101-2800

Resumo

VAISBICH, Maria Helena et al. Uso a longo prazo de enalapril e hidroclorotiazida em dois pacientes com novas mutações com doença de Dent tipo 1. J. Bras. Nefrol. [online]. 2012, vol.34, n.1, pp. 78-81. ISSN 0101-2800.  http://dx.doi.org/10.1590/S0101-28002012000100013.

A doença de Dent é uma tubulopatia ligada ao X causada por mutações no gene que codifica o canal de cloro CLCN-5 e é caracterizada por proteinúria de baixo peso molecular, hipercalciúria, nefrocalcinose e insuficiência renal. Vários casos têm sido descritos, nos quais o único sintoma na apresentação foi proteinúria assintomática e glomerulosclerose global ou segmentar. A insuficiência renal nesses pacientes pode ser causada pela hipercalciúria e proteinúria persistente. Portanto, o inibidor da enzima de conversão da angiotensina e os tiazídicos poderiam ser úteis. O objetivo desta pesquisa é relatar os efeitos destas drogas em dois pacientes com doença de Dent tipo 1 com mutações novas. Neste relato não foram observadas correlações significativas entre dose de hidroclorotiazida e calciúria e entre enalapril e proteinúria. Este achado é importante, pois, sendo pacientes poliúricos, o uso destas drogas poderia prejudicar a função renal

Palavras-chave : Enalapril; Proteinúria; Hipercalciúria; Hidroclorotiazida; Doença de Dent.

        · resumo em Inglês     · texto em Inglês     · pdf em Inglês