SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.34 número1Pré-eclâmpsia (indicador de doença renal crônica): da gênese aos riscos futuros índice de autoresíndice de assuntospesquisa de artigos
Home Pagelista alfabética de periódicos  

Jornal Brasileiro de Nefrologia

versão impressa ISSN 0101-2800

Resumo

SOUZA, Francival Leite de; MONTEIRO JUNIOR, Francisco das Chagas  e  SALGADO FILHO, Natalino. Efeito do transplante renal na morfologia e função cardíaca. J. Bras. Nefrol. [online]. 2012, vol.34, n.1, pp. 94-100. ISSN 0101-2800.  http://dx.doi.org/10.1590/S0101-28002012000100016.

O envolvimento cardíaco é muito frequente nos portadores de doença renal crônica em diálise. O transplante renal resulta em redução da morbidade e mortalidade em relação aos pacientes em diálise. O objetivo desta revisão foi abordar o efeito do transplante renal na estrutura e função cardíaca avaliada pela ecodopplercardiografia. Desde a década de 1980, os estudos já demonstravam tendência à melhora nos parâmetros cardíacos após o transplante renal. Com a melhora dos métodos de imagens ao ecodopplercardiograma, os estudos, apesar de alguns resultados conflitantes, demonstravam melhora na função sistólica e diastólica e redução da massa ventricular esquerda, principalmente nos primeiros dois anos após o transplante renal com estabilização dos parâmetros nos anos subsequentes. De forma geral, o corpo das evidências tem demonstrado impacto importante do transplante renal na hipertrofia ventricular esquerda, função sistólica e diastólica, porém os resultados não são uniformes.

Palavras-chave : transplante de rim; ecocardiografia doppler; hipertrofia ventricular esquerda; insuficiência renal crônica; função ventricular esquerda.

        · resumo em Inglês     · texto em Português | Inglês     · pdf em Português | Inglês