SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.40 issue4Salvage of thrombosed arteriovenous fistulae of patients on hemodialysis: report on the experience of a Brazilian centerBone biopsy in nephrology practice author indexsubject indexarticles search
Home Pagealphabetic serial listing  

Services on Demand

Journal

Article

Indicators

Related links

Share


Brazilian Journal of Nephrology

Print version ISSN 0101-2800On-line version ISSN 2175-8239

Abstract

FREITAS, Milton Halyson Benevides de et al. Fatores perioperatórios associados à função retardada do enxerto em pacientes transplantados renais. J. Bras. Nefrol. [online]. 2018, vol.40, n.4, pp.360-365.  Epub Aug 13, 2018. ISSN 0101-2800.  http://dx.doi.org/10.1590/2175-8239-jbn-2018-0020.

Introdução:

O sucesso do transplante renal e a boa função do enxerto dependem de uma boa técnica cirúrgica, anestesia que assegure a estabilidade hemodinâmica do receptor e condições adequadas de enxerto e receptor. Diversos fatores podem interferir na perfusão do enxerto e comprometer sua viabilidade. O objetivo deste estudo foi avaliar os fatores perioperatórios associados à função retardada do enxerto (FRE) em pacientes transplantados renais.

Métodos:

Estudo de coorte histórica em 310 pacientes submetidos a transplante entre 2011 e 2013. A FRE foi definida como a necessidade de diálise durante a primeira semana pós-transplante. Utilizou-se regressão logística e técnica Stepwise para construir modelos estatísticos.

Resultados:

A análise multivariada revelou fatores associados à FRE: técnica de anestesia combinada (OR = 3,81,95% CI, 1,71 a 9,19), regime de fluidos < 50 mL.kg-1 (OR = 3,71,95% CI, 1,68 a 8,61), diálise por mais de 60 meses (OR = 4,77,95% IC, 1,93 a 12,80), basiliximab (OR = 3,34,95% IC, 1,14 a 10,48), tempo de isquemia fria > 12 horas (OR = 5,26,95 % IC, 2,62 a 11,31), doador vivo (OR = 0,19,95% CI, 0,02 a 0,65) e diurese precoce (OR = 0,02,95% IC, 0,008 a 0,059). A precisão desse modelo é de 92,6%, calculada usando a área sob a curva ROC. A incidência de FRE na população estudada foi de 76,1%.

Conclusões:

Técnica combinada de anestesia, diálise por mais de 60 meses, basiliximab e tempo de isquemia fria> 12 horas são fatores de risco para FRE; regimes de fluidos liberais e rins de doadores vivos são protetores.

Keywords : Transplante de Rim; Diálise Renal; Imunossupressores; Função Retardada do Enxerto.

        · abstract in English     · text in English | Portuguese     · English ( pdf ) | Portuguese ( pdf )