SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
 Oral manifestations of renal tubular acidosis associated with secondary rickets: case reportCognition and renal function: findings from a Brazilian population author indexsubject indexarticles search
Home Pagealphabetic serial listing  

Services on Demand

Journal

Article

Indicators

Related links

Share


Brazilian Journal of Nephrology

Print version ISSN 0101-2800On-line version ISSN 2175-8239

Abstract

HAGEMANN, Paula de Marchi Scarpin; MARTIN, Luis Cuadrado  and  NEME, Carmen Maria Bueno. O efeito da musicoterapia na qualidade de vida e nos sintomas de depressão de pacientes em hemodiálise. J. Bras. Nefrol. [online]. In press. , pp.-.  Epub Sep 13, 2018. ISSN 0101-2800.  http://dx.doi.org/10.1590/2175-8239-jbn-2018-0023.

Introdução:

Fontes de estresse representadas pela doença renal crônica (DRC) podem gerar estados de depressão, interferindo diretamente na qualidade de vida (QV) dos pacientes em hemodiálise (HD). Poucos são os relatos e estudos de intervenção terapêutica visando minimizar os sintomas depressivos nesses pacientes, com maior escassez de trabalhos utilizando a musicoterapia.

Objetivo:

O presente estudo avaliou o efeito da musicoterapia na QV e nos sintomas depressivos em pacientes em HD.

Método:

Estudo de intervenção musicoterapêutica, no qual 23 pacientes foram avaliados quanto à QV e sintomas de depressão em duas fases distintas: pré e pós-intervenção. Foram realizadas duas sessões em grupo por semana, com duração de 75 minutos, em um período de quatro semanas. A intervenção foi realizada por um musicoterapeuta, que utilizou técnicas específicas da musicoterapia, além da voz e do violão para conduzir apoio rítmico e harmônico na produção sonoro-musical dos grupos.

Resultados:

Os pacientes apresentaram redução significativa dos sintomas de depressão (p<0,001) e melhores resultados na QV, com diferenças estatísticas significantes nas dimensões: capacidade funcional (p=0,011), dor (p=0,036), estado geral de saúde (p=0,01), vitalidade (p=0,004), saúde mental (p=0,012), lista de sintomas e problemas (p=0,01) e saúde global (p=0,01).

Conclusões:

A intervenção com musicoterapia constitui-se opção efetiva no tratamento e prevenção de sintomas depressivos e na melhora da QV de pacientes em HD.

Keywords : Musicoterapia; Diálise Renal; Qualidade de Vida; Depressão.

        · abstract in English     · text in English | Portuguese     · English ( pdf ) | Portuguese ( pdf )