SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.27 issue2Effect of temperature and participation of phytochrome on the control of seed germination in Cecropia glaziovi sneth (Cecropiaceae)Effects of the growth regulator and chemical control of diseases on the physiologic and sanitary quality of rice seeds author indexsubject indexarticles search
Home Pagealphabetic serial listing  

Revista Brasileira de Sementes

Print version ISSN 0101-3122

Abstract

ROSA, Sttela Dellyzete Veiga Franco da et al. Enzimas removedoras de radicais livres e proteínas lea associadas à tolerância de sementes milho à alta temperatura de secagem. Rev. bras. sementes [online]. 2005, vol.27, n.2, pp. 91-101. ISSN 0101-3122.  http://dx.doi.org/10.1590/S0101-31222005000200014.

Sementes de milho tornam-se tolerantes à dessecação à medida que secam naturalmente no campo e, após a maturidade fisiológica, pré-secagem a 35ºC pode induzir tolerância à temperatura de secagem de 50ºC. Nesse trabalho, sementes da cultivar BRS-3060, colhidas com teor de água de 42,2%, submetidas a períodos crescentes de pré-condicionamento apresentaram tolerância crescenteà temperatura de 50ºC, até atingirem o teor de água de 25,9%, quando exibiram o máximo desempenho fisiológico, avaliado por meio de testes de germinação, vigor e atividade de enzimas a-amilase. O presente trabalho teve o objetivo de investigar o padrão eletroforético de enzimas removedoras de radicais livres e de proteínas lea, em sementes tolerantes e intolerantes a alta temperatura de secagem. As atividades das enzimas removedoras superóxido dismutase, peroxidase e catalase, foram detectadas em hipocótilos de plântulas após cinco dias de germinação e a atividade de proteínas lea detectada em eixos embrionários. Os resultados permitiram concluir que a tolerância de sementes de milho à temperatura de 50ºC está associada à atividade da enzima catalase e pouco relacionada à atividade das enzimas superóxido dismutase e peroxidase. Proteínas lea estavam ausentes em sementes de milho intolerantes e sua presença foi associada ao desempenho fisiológico das sementes tolerantes.

Keywords : Zea mays; tolerância à dessecação; peroxidase; superoxidase; catalase.

        · abstract in English     · text in Portuguese     · pdf in Portuguese