SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.32 issue3Influence of seed size on physiological seed quality and soybean yieldEffects of osmoconditioning on the germination and vigor of sorghum seeds with different physiological qualities author indexsubject indexarticles search
Home Pagealphabetic serial listing  

Revista Brasileira de Sementes

Print version ISSN 0101-3122

Abstract

MEDEIROS, Maria Aparecida de; GRANGEIRO, Leilson Costa; TORRES, Salvador Barros  and  FREITAS, Ana Valeria Lacerda. Maturação fisiológica de sementes de maxixe (Cucumis anguria L.). Rev. bras. sementes [online]. 2010, vol.32, n.3, pp. 17-24. ISSN 0101-3122.  http://dx.doi.org/10.1590/S0101-31222010000300002.

Objetivou-se com esse trabalho avaliar as modificações físicas e fisiológicas das sementes de maxixe durante o processo de maturação, as quais são aspectos importantes no que diz respeito à obtenção de sementes de alta qualidade e minimização de sua deterioração no campo. As sementes foram colhidas de frutos da cultivar do Norte, em intervalos de cinco dias, do 15º ao 40º dia após a antese (DAA). O delineamento experimental utilizado foi o inteiramente casualizado, com seis tratamentos (15, 20, 25, 30, 35 e 40 DAA) e quatro repetições. Para cada época, os frutos foram avaliados visualmente e determinado o peso médio, e as sementes extraídas dos frutos foram avaliadas pelos seguintes testes e/ou determinações: teor de água, massa da matéria seca das sementes, germinação, primeira contagem, condutividade elétrica, envelhecimento acelerado e índice de velocidade de emergência. As sementes atingiram a maturidade fisiológica aos 32 dias após DAA, embora a melhor época para realizar a colheita de frutos seja no período de 35 a 40 DAA, quando as sementes se encontram com menor teor de água.

Keywords : Cucumis anguria; qualidade fisiológica; germinação.

        · abstract in English     · text in Portuguese     · pdf in Portuguese