SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.32 issue3Evaluation of the evolution of "weathering" damage and reduction in vigor of soybean seeds, TMG 113-RR cultivar, during storage, using x-ray images and physiological potential testsOsmotic priming methodologies in relation to the physiological performance of rangpur lime seeds (Citrus limonia Osbeck) author indexsubject indexarticles search
Home Pagealphabetic serial listing  

Revista Brasileira de Sementes

Print version ISSN 0101-3122

Abstract

SANTANA, Denise Garcia De; ANASTACIO, Maristela Rosália; LIMA, Julia Araújo De  and  MATTOS, Marcela Bueno De. Germinação de sementes e emergência de plântulas de pau-santo: uma análise crítica do uso de correlação. Rev. bras. sementes [online]. 2010, vol.32, n.3, pp. 134-140. ISSN 0101-3122.  http://dx.doi.org/10.1590/S0101-31222010000300015.

Pau-santo (Kielmeyera coriacea) é a espécie fornecedora de cortiça mais importante do Cerrado, porém apresenta alto grau de polimorfismo entre os indivíduos, o que pode afetar de forma distinta os testes de germinação de sementes e emergência de plântulas. Diante disso, os objetivos foram correlacionar características de germinação de sementes com a emergência de plântulas da espécie e quantificar o impacto da variabilidade entre os indivíduos na correlação e no teste de significância. Nos testes de germinação e emergência, o delineamento experimental foi o de blocos casualizados com sete tratamentos correspondentes aos indivíduos, com três repetições em parcelas compostas de 32 sementes. Dois critérios distintos de avaliação foram adotados, o de protrusão da radícula, no teste de germinação, e de plântula normal, no teste de emergência. Os indivíduos de K. coriacea apresentaram alta capacidade de germinação e emergência, com alto grau de incerteza, baixa sincronia e espalhamento em relação ao tempo médio, embora em ambos os testes os indivíduos tenham apresentado classificação distinta quanto a essas características. As correlações entre medidas de germinação e emergência com dados originais e com resíduos foram diferentes, mostrando que a variabilidade intrínseca do indivíduo interfere no resultado da medida. A significância associada à correlação apenas indicou que o valor encontrado não é zero e, portanto, não pode ser interpretado como relevante na associação entre as características da espécie.

Keywords : Kielmeyera coriacea Mart.; significância; resíduos; variabilidade intra-específica.

        · abstract in English     · text in Portuguese     · pdf in Portuguese