SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.23 número1Correlação Feldstein-Horioka: indicador de mobilidade de capitais ou de solvência?O crash de 2002: da “exuberância irracional” à “ganância infecciosa” índice de autoresíndice de assuntospesquisa de artigos
Home Pagelista alfabética de periódicos  

Serviços Personalizados

Journal

Artigo

Indicadores

Links relacionados

Compartilhar


Brazilian Journal of Political Economy

versão impressa ISSN 0101-3157versão On-line ISSN 1809-4538

Resumo

VIEIRA, FLÁVIO  e  HOLLAND, MÁRCIO. Endogeneidade de risco país, fluxos de capital e controles de capital no Brasil. Brazil. J. Polit. Econ. [online]. 2003, vol.23, n.1, pp.12-38.  Epub 17-Jul-2020. ISSN 1809-4538.  http://dx.doi.org/10.1590/0101-31572003-0703.

O principal objetivo do artigo é analisar a relação entre fluxos de capital, risco país, controles de capital e diferencial de taxas de juros no Brasil desde meados dos anos 90. Sabemos quão polêmico é o papel e a eficácia dos controles de capital durante os episódios de crises, e como os países emergentes podem ficar presos em um círculo vicioso expresso através do comportamento de duas variáveis cruciais: o risco-país e a taxa de juros. Os resultados empíricos sugerem que o diferencial de taxa de juros é endógeno ao risco país, explicado principalmente quando consideramos a existência de uma probabilidade de inadimplência no contexto de uma alta dívida pública.

Palavras-chave : Fluxos de capitais; risco-país; controles de capitais.

        · resumo em Inglês     · texto em Inglês     · Inglês ( pdf )