SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.35 número1Taxa de juros e mecanismos de transmissão da política monetária no BrasilGlobal instability of currencies: reasons and perspectives according to the state-corporation hegemonic stability theory índice de autoresíndice de assuntospesquisa de artigos
Home Pagelista alfabética de periódicos  

Serviços Personalizados

Journal

Artigo

Indicadores

Links relacionados

Compartilhar


Brazilian Journal of Political Economy

versão impressa ISSN 0101-3157versão On-line ISSN 1809-4538

Resumo

EGAN, PATRICK J. W.. Crawling up the value chain: domestic institutions and non-traditional foreign direct investment in Brazil, 1990-2010. Rev. Econ. Polit. [online]. 2015, vol.35, n.1, pp.156-174. ISSN 0101-3157.  http://dx.doi.org/10.1590/0101-31572015v35n01a09.

O Brasil atraíu relativamente pouca inovação intensiva e orientada para a exportação de investimento estrangeiro durante o período de liberalização, de 1990 a 2010, especialmente em comparação com concorrentes como a China e Índia. Adotando uma perspectiva institucionalista, defendo que os perfis multinacionais de empresa de investimentos pode ser parcialmente explicado pelas características de políticas de promoção de investimento e burocracias encarregados de sua implementação. As políticas de IDE brasileiras eram passivas e não discriminatórias na segunda metade da década de 1990, mas tornou-se mais seletiva no governo Lula. Esforços de promoção de investimentos têm sido muitas vezes minado por instituições fracamente coordenadas e inconsistentes. Este artigo destaca a necessidade de políticas ativas e discriminatórias de promoção de investimento se forem realizados benefícios de IDE não-tradicionais.

Palavras-chave : Empresas multinacionais; investimento estrangeiro direto; Brasil; política industrial; promoção de investimentos; inovação; promoção das exportações.

        · resumo em Inglês     · texto em Inglês     · Inglês ( pdf )