SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.36 número4Arroubos econômicos, legitimação política: uma análise da moratória da dívida externa de 1987Multiplicador local do emprego industrial:mesorregiões brasileiras índice de autoresíndice de assuntospesquisa de artigos
Home Pagelista alfabética de periódicos  

Serviços Personalizados

Journal

Artigo

Indicadores

Links relacionados

Compartilhar


Brazilian Journal of Political Economy

versão impressa ISSN 0101-3157versão On-line ISSN 1809-4538

Resumo

LOPES, Herton Castiglioni. O novo desenvolvimentismo: uma contribuição institucionalista. Rev. Econ. Polit. [online]. 2016, vol.36, n.4, pp.807-826. ISSN 1809-4538.  https://doi.org/10.1590/0101-31572015v36n04a08.

O trabalho objetiva analisar o novo desenvolvimento a partir da Teoria da Regulação (T.R.), do institucionalismo derivado de Veblen e da teoria evolucionária neoschumpeteriana. Demonstra que o novo desenvolvimento é uma instituição ao estabelecer uma regulação (formas institucionais) que considere as características estruturais dos países em desenvolvimento. Essa configuração macroeconômica, em conjunto com os hábitos mentais dos agentes, deve fortalecer as relações de mercado, os investimentos produtivos, a inovação e o progresso técnico. Este último deve acontecer a partir das oportunidades abertas pelas revoluções tecnológicas, permitindo o catching up das nações menos desenvolvidas (de renda média).

Palavras-chave : O novo desenvolvimentismo; escola da regulação francesa; institucionalismo de Veblen; neo-schumpeteriana.

        · resumo em Inglês     · texto em Português     · Português ( pdf )