SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.37 número3Das explicações para a quase estagnação da economia capitalista no Brasil índice de autoresíndice de assuntospesquisa de artigos
Home Pagelista alfabética de periódicos  

Serviços Personalizados

Journal

Artigo

Indicadores

Links relacionados

Compartilhar


Brazilian Journal of Political Economy

versão impressa ISSN 0101-3157versão On-line ISSN 1809-4538

Resumo

BOTTA, ALBERTO. Booms de Financeirização com Doença Holandesa e Ciclos Externos em Países Desenvolvidos. Brazil. J. Polit. Econ. [online]. 2017, vol.37, n.3, pp.459-477. ISSN 1809-4538.  https://doi.org/10.1590/0101-31572017v37n03a01.

Neste artigo nós investigamos a dinâmica de médio a longo prazo que emerge do fenômeno da doença holandesa com financeirização. Nós nos inspiramos no caso mais recente do padrão de desenvolvimento da Colômbia. A doença holandesa “pura” causa desindustrialização, em primeiro lugar, ao apreciar permanentemente a taxa de câmbio no longo prazo. A financeirização neste caso, isto é, os maiores influxos de capital em um cenário de excesso de otimismo financeiro puxado pela existência de recursos naturais, leva no médio prazo a uma maior volatilidade na taxa de câmbio e à instabilidade macroeconômica. Este processo prejudica ainda mais o desenvolvimento do setor manufatureiro ao aumentar a incerteza na economia. A recomendação é, portanto, pela adoção do controle de capitais e por uma política monetária desenvolvimentista a fim de confrontar os fenômenos da financeirização e da doença holandesa.

Palavras-chave : Doença holandesa; financeirização; volatilidade cambial; política monetária desenvolvimentista.

        · resumo em Inglês     · texto em Inglês     · Inglês ( pdf )