SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.37 número3Booms de Financeirização com Doença Holandesa e Ciclos Externos em Países DesenvolvidosTransformando Recursos Naturais em Vantagem Industrial: o Caso da Indústria de Terras Raras na China índice de autoresíndice de assuntospesquisa de artigos
Home Pagelista alfabética de periódicos  

Serviços Personalizados

Journal

Artigo

Indicadores

Links relacionados

Compartilhar


Brazilian Journal of Political Economy

versão impressa ISSN 0101-3157versão On-line ISSN 1809-4538

Resumo

PRADO, ELEUTÉRIO F. S.. Das explicações para a quase estagnação da economia capitalista no Brasil. Brazil. J. Polit. Econ. [online]. 2017, vol.37, n.3, pp.478-503. ISSN 1809-4538.  https://doi.org/10.1590/0101-31572017v37n03a02.

Neste artigo, examinam-se três importantes linhas de explicação para essa ocorrência histórica que já dura quase quatro décadas. Discutem-se perspectivas que se encaixam nos rótulos de neoliberal, novo-desenvolvimentista e marxista. Não apenas, porém, do enfoque científico, mas também do ponto de vista da justificação e/ou da crítica econômico-política da realidade existente. A dependência na relação periferia-centro, dentro do horizonte da duração possível do capitalismo, aparece como questão central. A política econômica dos governos figura como importante, mas sem primazia em relação ao evolver estrutural das relações sociais capitalistas. A conclusão não flerta com alguma forma de otimismo sobre o progresso - ao contrário, vê o futuro como bem difícil.

Palavras-chave : quase estagnação; novo desenvolvimentismo; relação periferia-centro; economia brasileira; neoliberalismo; marxismo.

        · resumo em Inglês     · texto em Português     · Português ( pdf )