SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.38 número1Determinação da taxa de câmbio e as falhas da teoria monetária convencionalDesenvolvimento e nação em Bresser-Pereira: uma “viagem redonda”? índice de autoresíndice de assuntospesquisa de artigos
Home Pagelista alfabética de periódicos  

Serviços Personalizados

Journal

Artigo

Indicadores

Links relacionados

Compartilhar


Brazilian Journal of Political Economy

versão impressa ISSN 0101-3157versão On-line ISSN 1809-4538

Resumo

CARVALHO, Fernando J. Cardim de. Fluxos financeiros e o novo desenvolvimentismo. Brazil. J. Polit. Econ. [online]. 2018, vol.38, n.1, pp.115-124. ISSN 0101-3157.  http://dx.doi.org/10.1590/0101-31572018v38n01a07.

O Novo Desenvolvimentismo focou sua atenção sobre os problemas comerciais criados, em grande medida, pelas divergências entre a taxa de cambio que mantem a conta corrente do balanço de pagamentos em equilíbrio e o que chama de taxa de cambio de equilíbrio industrial, a taxa que preservaria a competitividade das firmas industriais que operem na fronteira do estado-das-artes. O ND reconhece que essas taxas podem ser perturbadas por fluxos financeiros, mas o papel de movimentos da conta de capitais pode estar sendo subestimado. Este trabalho argumenta que fluxos financeiros têm sido realmente subestimados, o que pode tornar mais difícil a elaboração de politicas eficazes para corrigir o problema da sobrevalorização cambial.

Palavras-chave : Novo desenvolvimento; taxas de câmbio; teoria da paridade da taxa de juros.

        · resumo em Inglês     · texto em Inglês     · Inglês ( pdf )