SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.38 número4Educação e projetos de desenvolvimento no Brasil, 1932-2004: uma crítica índice de autoresíndice de assuntospesquisa de artigos
Home Pagelista alfabética de periódicos  

Serviços Personalizados

Journal

Artigo

Indicadores

Links relacionados

Compartilhar


Brazilian Journal of Political Economy

versão impressa ISSN 0101-3157versão On-line ISSN 1809-4538

Resumo

ANDRADA, ALEXANDRE F. S.. Quem, afinal, apoiou o Plano Collor?. Brazil. J. Polit. Econ. [online]. 2018, vol.38, n.4, pp.781-799. ISSN 1809-4538.  https://doi.org/10.1590/0101-35172018-2713.

No livro Economia Brasileira Contemporânea, Lavínia Barros de Castro afirma que o Plano Collor “recebeu críticas de todas as partes”, que o “bloqueio dos recursos foi considerado uma inadmissível intervenção estatal”, e que o congelamento de preços, o ajuste fiscal e o caráter recessivo do plano foram questionados. Aqui, mostramos que essas afirmações são equivocadas. Analisando artigos, colunas e entrevistas publicadas à época, tentamos demonstrar que o plano econômico teve, durante suas primeiras semanas de vigência, amplo apoio de empresários, políticos, economistas e até mesmo da população do país.

Palavras-chave : Plano Collor; história do pensamento econômico brasileiro.

        · resumo em Inglês     · texto em Português     · Português ( pdf )