SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.39 número4A Doutrina Social da Igreja Católica, o novo desenvolvimentismo e a economia social de mercado: dialógos possíveis?Bancos multilaterais de desenvolvimento, novo desenvolvimentismo e financiamento em moeda local índice de autoresíndice de assuntospesquisa de artigos
Home Pagelista alfabética de periódicos  

Serviços Personalizados

Journal

Artigo

Indicadores

Links relacionados

Compartilhar


Brazilian Journal of Political Economy

versão impressa ISSN 0101-3157versão On-line ISSN 1809-4538

Resumo

STUMM, MICHELLI GONÇALVES; NUNES, WELLINGTON  e  PERISSINOTTO, RENATO. Ideias, instituições e coalizões: as razões do fracasso da política industrial lulista. Brazil. J. Polit. Econ. [online]. 2019, vol.39, n.4, pp.736-754.  Epub 17-Out-2019. ISSN 1809-4538.  https://doi.org/10.1590/0101-31572019-2978.

Este artigo trata da política industrializante dos governos Lula, com o objetivo de explicar por que ela fracassou. Isso é feito em três momentos distintos. Primeiramente, tratamos das ideias que orientaram as políticas industriais do período. Em segundo lugar, mostramos, com base em conjunto sintético de informações, que os objetivo pretendidos, em sua maioria, não foram alcançados. Finalmente, analisamos o insucesso dessas políticas como base na ausência de viabilidades (intelectual, administrativa e política) do conjunto de ideias que norteou o empreendimento.

Palavras-chave : Política industrial; governos Lula; abordagem ideacional.

        · resumo em Inglês     · texto em Português     · Português ( pdf )