SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.23 issue59Police involvement in the moral education of the lower classes in 19th Century at Campinas"Advice to the people": education against the 1918 influenza pandemic author indexsubject indexarticles search
Home Pagealphabetic serial listing  

Cadernos CEDES

Print version ISSN 0101-3262

Abstract

PIMENTA, Tânia Salgado. Entre sangradores e doutores: práticas e formação médica na primeira metade do século XIX. Cad. CEDES [online]. 2003, vol.23, n.59, pp. 91-102. ISSN 0101-3262.  http://dx.doi.org/10.1590/S0101-32622003000100007.

Durante a primeira metade do século XIX, a atividade do sangrador (fundamental na terapêutica do período) passou por mudanças relacionadas à progressiva organização dos médicos - sobretudo por meio da institucionalização de sua educação com a criação de faculdades. Estes lutavam pelo monopólio das atividades terapêuticas, buscando desautorizar e desqualificar a prática da sangria por aqueles que não fossem médicos e/ou cirurgiões formados na academia. O artigo pretende analisar tais mudanças, focando a atenção na relação entre os sangradores e os médicos acadêmicos e a crescente preocupação destes com a higienização.

Keywords : História da medicina; Sangradores; Médicos; Brasil; Século XIX.

        · abstract in English     · text in Portuguese     · pdf in Portuguese