SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.28 issue76Order and progress: the political discourse on education in authoritarian BrazilThe 1964 civil-military movement and the intellectuals author indexsubject indexarticles search
Home Pagealphabetic serial listing  

Cadernos CEDES

Print version ISSN 0101-3262

Abstract

FERREIRA JR., Amarilio  and  BITTAR, Marisa. Educação e ideologia tecnocrática na ditadura militar. Cad. CEDES [online]. 2008, vol.28, n.76, pp. 333-355. ISSN 0101-3262.  http://dx.doi.org/10.1590/S0101-32622008000300004.

O objetivo deste artigo é examinar a ideologia tecnocrática subjacente à educação brasileira durante a vigência da ditadura militar (1964-1985). Adotamos a premissa segundo a qual as reformas educacionais implementadas após 1964 ficaram marcadas tanto pelo modelo de modernização autoritária do capitalismo brasileiro adotado a partir de 1964, quanto pela teoria econômica do "capital humano". A propaganda ufanista, que tinha como lema o "Brasil Grande Potência", gerado pela "eficiência técnica" aplicada na forma de administrar o Estado e as suas empresas, também teve os seus corolários ideológicos no âmbito da própria política educacional levada à prática após a reforma universitária de 1968 e a reforma da educação de 1º e 2º graus de 1971. Assim, o sistema nacional de educação que emergiu com as reformas da ditadura militar foi marcado pela ideologia tecnocrática, que propugnava uma concepção pedagógica autoritária e produtivista na relação entre educação e mundo do trabalho.

Keywords : História da educação; Educação tecnocrática; Ditadura militar.

        · abstract in English     · text in Portuguese     · pdf in Portuguese