SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.36 issue3Analysis of the Competitive Organization of Sports for Children and Youths Structural and Functional AdaptationsLow-intensity running training: structural and mechanical properties of the proximal femoral epiphysis in osteopenic female rats author indexsubject indexarticles search
Home Pagealphabetic serial listing  

Services on Demand

Journal

Article

Indicators

Related links

Share


Revista Brasileira de Ciências do Esporte

Print version ISSN 0101-3289On-line version ISSN 2179-3255

Abstract

ALVARENGA, Caruline Rodrigues et al. Relação entre a força dos músculos rotadores do ombro e a capacidade de ativação do músculo transverso abdominal em atletas de handebol. Rev. Bras. Ciênc. Esporte [online]. 2014, vol.36, n.3, pp.679-684. ISSN 0101-3289.  http://dx.doi.org/10.1590/2179-325520143630013.

Relacionou-se a força isométrica dos rotadores do ombro e a capacidade de ativação do músculo transverso abdominal (TrA) entre 15 atletas de handebol e 15 universitários (22 ± 1,64 anos), distribuídos entre GA e GC. Todos foram submetidos às avaliações da capacidade de ativação do TrA por meio da unidade de biofeedback de pressão e da capacidade de ativação dos mm rotadores internos (RI) e externos (RE) do ombro pelo break testpor meio do Esfigmomanômetro Modificado. Resultados mostraram significativa a correlação entre a força de RE e o TrA no GA (r = 0,68; p = 0,005). Houve diferenças significativas entre GA e GC para ativação do TrA, RI e RE (p < 0,05). Conclui-se que a prática de handebol melhora a ativação do TrA propor cionalmente à magnitude da ativação dos RE.

Keywords : Exercício; Ombro; Atletas; Desempenho atlético.

        · abstract in English | Spanish     · text in Portuguese     · Portuguese ( pdf )