SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.41 número3Descrição de 18 semanas de treinamento integrado sobre a velocidade de deslocamento em atletas brasileiros de futsalNível insuficiente de atividade física se associa a menor qualidade de vida e ao estudo noturno em universitários do Distrito Federal índice de autoresíndice de assuntospesquisa de artigos
Home Pagelista alfabética de periódicos  

Serviços Personalizados

Journal

Artigo

Indicadores

Links relacionados

Compartilhar


Revista Brasileira de Ciências do Esporte

versão impressa ISSN 0101-3289versão On-line ISSN 2179-3255

Resumo

ZANIBONI, Guilherme Rodini et al. Treinamento físico aquático melhora capacidade funcional e aptidão física em mulheres com obesidade graus II e III. Rev. Bras. Ciênc. Esporte [online]. 2019, vol.41, n.3, pp.314-321.  Epub 16-Set-2019. ISSN 0101-3289.  https://doi.org/10.1016/j.rbce.2018.06.007.

O objetivo foi verificar o efeito de um treinamento físico aquático (TFA) na aptidão física e capacidade funcional de obesas graus II e III. Foram estudadas 14 mulheres com 34,2 ± 8,3 anos e índice de massa corporal (IMC) de 44,76 ± 10,08 kg/m2 que fizeram TFA de 12 semanas. Foram avaliados o IMC e as medidas de circunferências, capacidade aeróbia e funcional pelos testes: degrau seis minutos; sentar e levantar e sentar e alcançar, antes e após o TFA. Evidenciou-se redução significativa na massa corporal, IMC e circunferência da cintura, assim como aumento (p < 0,05) na força de membros inferiores, flexibilidade e capacidade aeróbia e funcional. Concluiu-se que o TFA proposto melhorou a aptidão física e a capacidade funcional de obesas graus II e III.

Palavras-chave : Índice de massa corporal; Aptidão física; Obesidade mórbida; Antropometria.

        · resumo em Inglês | Espanhol     · texto em Português     · Português ( pdf )