SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
 issue100O que significa "pensar o país"? Um debate a propósito de Por que o Brasil cresce pouco?, de Marcos MendesPolítica municipal e acesso a serviços de saúde São Paulo 2001-2012, quando as periferias ganharam mais que o centro author indexsubject indexarticles search
Home Pagealphabetic serial listing  

Services on Demand

Journal

Article

Indicators

Related links

Share


Novos estudos CEBRAP

Print version ISSN 0101-3300On-line version ISSN 1980-5403

Abstract

ALONSO, Angela. O abolicionismo como movimento social. Novos estud. - CEBRAP [online]. 2014, n.100, pp.115-127. ISSN 0101-3300.  http://dx.doi.org/10.1590/S0101-33002014000300007.

O artigo analisa o fenômeno da abolição da escravidão no Brasil a partir de uma sociologia política relacional. De um lado, o abolicionismo é analisado como parte de uma dinâmica que envolvia instituições políticas, espaço público e clandestinidade, arenas nas quais se travou o jogo entre movimento, Estado e contramovimento escravista. De outro lado, a análise insere o movimento em seu contexto internacional, apontando a apropriação do repertório de experiências abolicionistas estrangeiras por ativistas brasileiros. O objetivo é evidenciar a modernidade e a relevância do movimento abolicionista nacional para o processo político de abolição da escravidão.

Keywords : movimento abolicionista; repertório de confronto; contramovimento social.

        · abstract in English     · text in Portuguese     · Portuguese ( pdf )