SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.38 issue3Overeducation e undereducation no Brasil: incidência e retornosHistória econômica e regionalização: contribuição a um desafio teórico-metodológico author indexsubject indexarticles search
Home Pagealphabetic serial listing  

Services on Demand

Journal

Article

Indicators

Related links

Share


Estudos Econômicos (São Paulo)

Print version ISSN 0101-4161On-line version ISSN 1980-5357

Abstract

MATA, Maria Eugénia  and  LOVE, Joseph L.. A reversal in the historical role of tariffs in economic growth? The cases of Brazil and Portugal. Estud. Econ. [online]. 2008, vol.38, n.3, pp.461-492. ISSN 0101-4161.  http://dx.doi.org/10.1590/S0101-41612008000300002.

Este artigo discute o papel comparativo do protecionismo sobre o crescimento econômico brasileiro e português no período 1860-1950 no contexto das aproximações teóricas disponíveis da Economia Internacional. Embora o papel das tarifas tenha sido longamente discutido na historiografia dos dois países, este artigo fornece o primeiro exercício que usa a metodologia baseada na aproximação macroeconométrica para sucessões cronológicas de longa duração. Dada a conclusão de Clemens e Williamson de que o enquadramento mundial conta, testamos para os dois países a sua pretensão do tariff reversal paradox. As experiências brasileira e portuguesa confirmam que a proteção esteve correlacionada com o crescimento no período anterior à Primeira Guerra Mundial, e não é provável que comércio mais livre tivesse aumentado o crescimento econômico português, contrariamente à tese estabelecida. A Primeira Guerra Mundial, contudo, foi um momento decisivo para o Brasil. Ao fazer-se este estudo, usaram-se os melhores dados disponíveis, partindo-se ocasionalmente dos usados por Clemens e Williamson. As nossas conclusões prevalecem com dados alternativos.

Keywords : tarifas; paradoxo tarifas-crescimento; crescimento econômico; proteccionismo; Portugal; Brasil.

        · abstract in English     · text in English     · English ( pdf epdf )

 

Creative Commons License All the contents of this journal, except where otherwise noted, is licensed under a Creative Commons Attribution License