SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.40 número1Bancos na transição republicana em São Paulo: o financiamento hipotecário (1888-1901)Uma análise do capital humano sobre o nível de renda dos estados brasileiros: MRW versus Mincer índice de autoresíndice de assuntospesquisa de artigos
Home Pagelista alfabética de periódicos  

Serviços Personalizados

Journal

Artigo

Indicadores

Links relacionados

Compartilhar


Estudos Econômicos (São Paulo)

versão impressa ISSN 0101-4161

Resumo

ESTEVES, Luiz A.  e  MARTINS, Pedro S.. Nacionalidade das empresas e fluxo de empregos: evidências da indústria brasileira de transformação. Estud. Econ. [online]. 2010, vol.40, n.1, pp.133-152. ISSN 0101-4161.  http://dx.doi.org/10.1590/S0101-41612010000100005.

A segunda metade da década de 90 é um período caracterizado por um grande aumento dos investimentos (e desinvestimentos) externos no Brasil. Essa mudança estrutural da economia brasileira é a motivação para este estudo, cujo objetivo é analisar o efeito da nacionalidade das empresas sobre o fluxo de empregos industrial. Trata-se de um tema sobre o qual há pouca evidência, mesmo para países desenvolvidos, embora não seja raro considerar as empresas estrangeiras como mais 'voláteis' que as empresas domésticas. Usando dados da RAIS e de outras bases e uma amostra de empresas domésticas e estrangeiras, comparamos várias medidas de fluxos de empregos nos dois tipos de empresas. Os resultados apresentados neste trabalho sugerem não haver diferenças significativas nos fluxos de empregos das empresas domésticas e estrangeiras.

Palavras-chave : empresas estrangeiras; destruição de emprego; matching.

        · resumo em Inglês     · texto em Português     · Português ( pdf )

 

Creative Commons License Todo o conteúdo deste periódico, exceto onde está identificado, está licenciado sob uma Licença Creative Commons