SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.40 número4O impacto da escolaridade sobre a distribuição de rendaInvestment specific technological progress and structural change índice de autoresíndice de assuntospesquisa de artigos
Home Pagelista alfabética de periódicos  

Serviços Personalizados

Journal

Artigo

Indicadores

Links relacionados

Compartilhar


Estudos Econômicos (São Paulo)

versão impressa ISSN 0101-4161

Resumo

PAULANI, Leda Maria  e  MULLER, Leonardo André Paes. Símbolo e signo: o dinheiro no capitalismo contemporâneo. Estud. Econ. [online]. 2010, vol.40, n.4, pp.793-817. ISSN 0101-4161.  https://doi.org/10.1590/S0101-41612010000400002.

O presente texto busca refletir sobre a natureza do dinheiro no capitalismo contemporâneo, debruçandose particularmente sobre o fato de que, atualmente, não só no plano nacional, mas também no mundial, o objeto que corporifica o dinheiro é inconversível, ou seja, não tem lastro, nem nenhuma relação, por remota que seja, com uma mercadoria de verdade. O enfoque teórico é aquele oferecido pela teoria de Marx, paradigma esse que é tratado a partir de uma leitura hegeliana. Partimos da diferença entre símbolo e signo, para mostrar de que maneira Marx, movendo-se no arcabouço hegeliano, pôde construir uma linguagem das mercadorias, onde o dinheiro - e a autonomia que ele detém ante as coisas que representa - tem papel de destaque, associando, finalmente, essa construção teórica com a natureza do dinheiro no capitalismo contemporâneo.

Palavras-chave : símbolo; signo; dinheiro; teoria monetária de Marx; capitalismo contemporâneo.

        · resumo em Inglês     · texto em Português     · Português ( pdf )

 

Creative Commons License Todo o conteúdo deste periódico, exceto onde está identificado, está licenciado sob uma Licença Creative Commons