SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.40 número4Um modelo espacial de demanda habitacional para a cidade do RecifeImpactos de políticas de desoneração do setor produtivo: uma avaliação a partir de um modelo de gerações superpostas índice de autoresíndice de assuntospesquisa de artigos
Home Pagelista alfabética de periódicos  

Serviços Personalizados

Journal

Artigo

Indicadores

Links relacionados

Compartilhar


Estudos Econômicos (São Paulo)

versão impressa ISSN 0101-4161

Resumo

BIANCARELI, André Martins. A visão convencional sobre a abertura financeira e suas mutações recentes. Estud. Econ. [online]. 2010, vol.40, n.4, pp.917-942. ISSN 0101-4161.  http://dx.doi.org/10.1590/S0101-41612010000400007.

O presente trabalho tem por objetivo proceder a uma revisão crítica da literatura convencional sobre a abertura financeira, com foco nos países em desenvolvimento. Desde os benefícios teóricos clássicos advindos da integração financeira, até as abordagens mais recentes que se propõem a repensar a globalização, o esforço é de caracterização e análise da evolução da visão convencional. Neste caminho, são apreciados também os debates empíricos relativos ao tema, os posicionamentos dissidentes no interior do mainstream economics, e os novos elementos apontados pelo chamado balance sheet approach (como a "intolerância ao endividamento", o "descasamento de moedas" e o "pecado original"). Os resultados desta evolução, apesar dos inegáveis progressos em relação aos argumentos que orientaram os processos de abertura nos países em desenvolvimento nas décadas de 1980 e 1990, compõem um quadro de avanços pontuais e isolados, que não permitem identificar uma verdadeira revisão teórica.

Palavras-chave : abertura financeira; países em desenvolvimento; visão convencional.

        · resumo em Inglês     · texto em Português     · Português ( pdf )

 

Creative Commons License Todo o conteúdo deste periódico, exceto onde está identificado, está licenciado sob uma Licença Creative Commons